Apple é processada pela Ericsson por violação de patente

Mobilidade

A Ericsson, fabricante de tecnologia de telecomunicação móvel, está processando a norte-americana Apple, devido a uma violação de patente, em que a Apple se recusou a ir a tribunal para decidir termos de licenciamento justos. A empresa sueca disse que apresentou queixa na Comissão de Comércio Internacional dos EUA, a solicitar uma ordem de exclusão

A Ericsson, fabricante de tecnologia de telecomunicação móvel, está processando a norte-americana Apple, devido a uma violação de patente, em que a Apple se recusou a ir a tribunal para decidir termos de licenciamento justos.

china apple

A empresa sueca disse que apresentou queixa na Comissão de Comércio Internacional dos EUA, a solicitar uma ordem de exclusão de produtos da Apple, já que violavam patentes da Ericsson. De acordo com a informação dada, estas patentes são essenciais para os padrões 2G e 4G/LTE.

A queixa da Ericsson surge pelo fato de que a licença para uso da tecnologia por parte da Apple já havia expirado.

Conforme informações dadas à Reuters pelo chefe de estratégia de patente da Ericsson, Gustav Brismark, o acordo de licença entre as duas empresas terá expirado em meados de janeiro.

Por sua vez, a Apple reclama que a Ericsson estaria cobrando preços demasiado altos para o uso da tecnologia de redes móveis.

De acordo com os analistas, caso a queixa seja decidida a favor da Ericsson, a Apple terá de pagar um valor à empresa sueca que pode variar entre os US$ 250 milhões e US$ 750 milhões por ano.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor