E-commerce poderá atingir US$ 1 trilhão na China

E-commercee-MarketingNegócios

A Forrester prevê que o comércio online na China atinja US$ 1 trilhão já em 2019. A justificação estará no crescimento dos aplicativos móveis e no melhoramento dos sistemas que permitem as c0mpras na internet. Em 2019, a China alcançará US$ 1 trilhão no segmento de e-commerce, conforme valor apontado pela Forrester, empresa de investigação tecnológica.

A Forrester prevê que o comércio online na China atinja US$ 1 trilhão já em 2019. A justificação estará no crescimento dos aplicativos móveis e no melhoramento dos sistemas que permitem as c0mpras na internet.

e-commerce4
Em 2019, a China alcançará US$ 1 trilhão no segmento de e-commerce, conforme valor apontado pela Forrester, empresa de investigação tecnológica. De acordo com esses dados, a Alibaba será quem mais beneficiará desse crescimento, já que suas plataformas Tmall e Taobao continuarão na liderança.

A Forrester explica que, apesar de a JD.com se estar a esforçar para superar as concorrentes, a Alibaba continuará dominando o mercado graças também aos seus investimentos nos dispositivos móveis. Esse é, aliás, o caminho apontado para o sucesso do e-commerce que deverá usufruir do melhoramento das transações online e por meio dos smartphones.

Esses melhoramentos já estão a ajudar as empresas a alcançar novos clientes dispersos por cidades de menor dimensão, por isso, a contínua inovação só poderá significar um aumento do comércio online. Para a Forrester, investir nesses aplicativos móveis é essencial para as empresas que queiram ter sucesso no segmento, já que o número de cidadãos chineses com acesso a smartphones e tablets tem vindo a aumentar. Num inquérito que a empresa realizou, no último ano, 25% respondeu que realizava compras através do celular, pelo menos uma vez por semana.

Vanessa Zeng, analista na Forrester, afirma que os principais nomes têm tentado alcançar o “controlo do mercado mobile através do aumento dos seus investimentos no setor móvel e do melhoramento da experiência de seus clientes”. Os dados desse relatório indicam que o crescimento do comércio online, na China, deverá atingir 19,9% anuais até que chegue a  US$ 1 trilhão, em 2019.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor