Google firma parceria com operadoras dos EUA para pagamentos móveis

Negócios

O Google anunciou que fechou uma parceria com as principais operadoras de celular dos Estados Unidos, para que o serviço de pagamento eletrônico Google Wallet passe a ser um dos aplicativos pré-instalados nos smartphones. A maior parte das empresas que disponibiliza este serviço de pagamentos móveis tenta enfrentar a Apple que, com seu Apple Pay,

O Google anunciou que fechou uma parceria com as principais operadoras de celular dos Estados Unidos, para que o serviço de pagamento eletrônico Google Wallet passe a ser um dos aplicativos pré-instalados nos smartphones.

Google-Wallet-Payment-Demo

A maior parte das empresas que disponibiliza este serviço de pagamentos móveis tenta enfrentar a Apple que, com seu Apple Pay, está tendo crescimento no mercado de pagamentos móveis norte-americanos, desde que foi lançando, em outubro do ano passado, com o iPhone 6.

Entre as operadoras que se associaram ao Google estão a AT&T Mobility, a T-Mobile USA e a Verizon Wireless passarão a incluir o Google Wallet nos smartphones com sistema operacional Android que sejam vendidos nos Estados Unidos. Os efeitos desta parceria irão se fazer notar já a partir deste ano, nos smartphones com Android KitKat ou versões seguintes.

Mas esta não é a única novidade do anúncio do Google. A empresa comprou também tecnologia da Softcard, que se trata de um serviço de pagamento móvel, criado em 2010, por uma iniciativa conjunta das operadoras. Já se suspeitava de que este poderia ser o próximo movimento do Google.

A Softcard explicou, em seu blog, que “por agora, os clientes da Softcard podem continuar a utilizar o app. Vamos compartilhar mais informações com clientes e parceiros nas próximas semanas.”

O aplicativo Google Wallet permite guardar informações dos cartões de crédito ou débito do usuário que, depois podem ser usadas para fazer pagamentos em lojas. Basta aproximar o smartphone a um dos terminais específicos da loja.

O Wallet foi lançado em 2011, mas ainda não tem a aceitação que o Google esperaria, muito em parte devido ao desenvolvimento do Softcard.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor