Multigrain foca-se na expansão e implanta aplicações da SAP

AppsFornecedores de SoftwareMobilidadeProjetosSoftware

A Multigrain, empresa que trabalha com compra e venda de commodities agrícolas, tem um plano de expansão para os próximos cincos anos, que espera conseguir pôr em prática, com a implantação de um pacote de doze soluções da SAP. A meta é conseguir garantir maior eficiência na gestão dos negócios da Multigrain. Entre as soluções

A Multigrain, empresa que trabalha com compra e venda de commodities agrícolas, tem um plano de expansão para os próximos cincos anos, que espera conseguir pôr em prática, com a implantação de um pacote de doze soluções da SAP.

ERP SAP

A meta é conseguir garantir maior eficiência na gestão dos negócios da Multigrain. Entre as soluções implementadas está o software ERP, para integrar os processos de negócio da empresa, e também a ferramenta ACM, que realiza a gestão de contratos agrícolas.

A Multigrain atua na originação e exportação de produtos como soja, milho e algodão e é controlada desde 2011 pela empresa japonesa Mitsui & Co. A meta é que a Multigrain se torne uma das maiores exportadoras de grãos no Brasil e que consiga triplicar se volume de negócios nos próximos cinco anos.

“Nossa meta é clara, porém, para atingirmos nosso plano de crescimento neste período seriam necessárias algumas mudanças nos processos em nossa área de negócios que envolveriam adoção de tecnologias capazes de transformar nosso plano em realidade. Por isso, fizemos o investimento em 2013, na aquisição de aplicações da SAP, marca que é referência mundial nesse setor”, diz Alexandre Gomiero, PMO e responsável pela implementação do SAP na Multigrain.

A empresa está redesenhando seus processos, para que seja possível modernizar sua estrutura de análise estratégica de negócio. “Nossas análises e controles de contratos eram feitos manualmente por meio de planilhas, questão que gerava grande atraso em nossas negociações e limitava nossa busca por melhores oportunidades de negócios. Daqui em diante, esses controles serão automatizados e as informações serão mais confiáveis e exatas para nos ajudar a tomar as melhores decisões”, acrescenta Gomiero.

A implementação, que foi começada em julho de 2013, já está terminada, e abrange toda a cadeia produtiva da empresa, desde produtores até às áreas administrativas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor