Parceria entre Instituto Mauá de Tecnologia e GM chega ao quarto ano

EmpresasNegóciosSoftware

Pelo quarto ano consecutivo, 50 alunos dos cursos de Engenharia do Instituto Mauá de Tecnologia participam de um estágio na General Motors. O programa, com a duração de um mês, chega a sua quarta edição com novidades. De acordo com Victor Cabral, diretor de Engenharia de manufatura da GM América do Sul, o conteúdo programático

Pelo quarto ano consecutivo, 50 alunos dos cursos de Engenharia do Instituto Mauá de Tecnologia participam de um estágio na General Motors. O programa, com a duração de um mês, chega a sua quarta edição com novidades. De acordo com Victor Cabral, diretor de Engenharia de manufatura da GM América do Sul, o conteúdo programático foi ampliado para que os estudantes possam ter um contato mais amplo com o cotidiano do departamento e com os processos de manufatura que envolvem a montagem de um automóvel.

gm brasil

“A experiência e o conhecimento prático adquiridos neste programa são muito importantes para acelerar o desenvolvimento profissional do aluno e uma oportunidade para a empresa identificar futuros talentos”, diz o executivo Victor Cabral, que começou a trabalhar na GM do México como estagiário, há quase duas décadas.

Para a GM, o programa ainda permite colaborar com o desenvolvimento do setor automotivo nacional, por meio da formação de mão de obra qualificada e atualizada com as mais modernas tecnologias.

Estudante de Engenharia de Produção do Instituto Mauá de Tecnologia, Bruno Bolcioni é um dos participantes do estágio, que começou em 19 de janeiro – toda edição acontece no período de férias dos alunos. “Ter oportunidade de presenciar como os conceitos aprendidos na sala de aula são aplicados na prática é, sem dúvida, uma grande lição, porque, aqui na fábrica temos contato com projetos reais em seus mais diferentes aspectos”, relata Bolcioni.

Já para o professor Eduardo Linzmayer do Instituto Mauá de Tecnologia, é fundamental que as escolas de Engenharia estruturem seus planos de ensino com conteúdos programáticos compatíveis com as reais necessidades das indústrias brasileiras e de acordo com a demanda do mercado de trabalho. “O Instituto Mauá de Tecnologia e a General Motors do Brasil proporcionam o estágio de férias, por meio do qual os alunos vivenciam experiências reais, incluindo montagem de veículo nas linhas de produção, participando na identificação de problemas e nas alternativas para suas soluções”, diz Linzmayer.

Para se inscreverem, os estudantes devem estar matriculados na última ou penúltima série de graduação e cumprir alguns pré-requisitos, como bom domínio dos conhecimentos técnicos de Engenharia e do idioma inglês.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor