Uber junta-se à Safetipin na Índia para aumentar segurança

Software

Depois do caso de estupro de uma passageira em Nova Deli, a Uber viu-se obrigada a aumentar suas normas de segurança no país. Desta vez, anunciou que firmou uma parceria com o serviço de segurança móvel Safetipin, a começar na Índia. O aplicativo móvel Safetipin é, na sua essência, um guia de segurança das cidades

Depois do caso de estupro de uma passageira em Nova Deli, a Uber viu-se obrigada a aumentar suas normas de segurança no país. Desta vez, anunciou que firmou uma parceria com o serviço de segurança móvel Safetipin, a começar na Índia.

Uber pic

O aplicativo móvel Safetipin é, na sua essência, um guia de segurança das cidades e de várias localizações mundiais. Entre outros serviços, inclui uma espécie de “pontuação de segurança” das cidades. Por exemplo, são contados como pontos positivos a iluminação, visibilidade, segurança ou a densidade populacional da área.

Essas informações são fornecidas pelos usuários, que podem enviar fotos e principais detalhes sobre problemas que já tenham tido em determinados locais.

Através desta parceria, que começa na Índia no dia 25 de fevereiro, alguns dos motoristas parceiros do Uber irão recolher informações para o Safetipin, durante um período de teste de cinco meses.

Estes motoristas receberão um treinamento específico e terão acesso a cameras pra tirar fotografias durante intervalos de tempo regulares – que depois serão analsiadas através do sistema de pontuação do Safetipin.

Para além de permitir monitorar novas áreas, o Uber disse que a colaboração permitirá reavaliar as zonas, com os parâmetros do sistema. Por agora, o serviço será testado na Índia, mas a ideia é alargar sua área até países como Colômbia ou o Quénia.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor