Uber lança função “botão de pânico” integrado no aplicativo

MobilidadeSoftware

A empresa norte-americana que fornece serviços de transporte através de um aplicativo anunciou que, esta semana, irá incluir um “botão de pânico” no aplicativo. Chegará à Índia em primeiro lugar, depois de um caso de estupro em Nova Deli ter vindo a público. O Uber não quer perder força na Índia, um de seus principais

A empresa norte-americana que fornece serviços de transporte através de um aplicativo anunciou que, esta semana, irá incluir um “botão de pânico” no aplicativo. Chegará à Índia em primeiro lugar, depois de um caso de estupro em Nova Deli ter vindo a público.

uber-e1419242463952

O Uber não quer perder força na Índia, um de seus principais mercados a nível global. Por isso, depois do caso de estupro se ter tornado notícia, alimentando mais polémicas sobre a falta de investigação de antecedentes dos motoristas que contrata, a empresa anunciou o botão de pânico, que será integrado no aplicativo, e permitirá contactar a polícia em caso de emergência.

Chegará em primeiro lugar à Índia, já a partir de quarta-feira, mas a ideia é que esta função possa tornar-se global. Para além de ser um mercado importante para a empresa norte-americana, tem sido também onde o Uber tem sentido várias pressões, feitas pelo Departamento de Transportes de Mumbai.

Esta entidade pediu ao Uber que apertasse suas medidas de segurança. Chegou também a pedir que o serviço fosse banido, depois de alegar que a empresa desrespeitou um dos prazos para introdução de medidas de segurança.

Num post em seu site, onde esclarece todo o caso, o Uber anunciou também o lançamento de outra função, que pode ser traduzida como Rede de Segurança. Podem ser definidos contactos de emergência no aplicativo, que podem ter acesso a detalhes sobre a viagem e localização em tempo real.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor