Wi-Fi do Estádio do Morumbi é aprovado pelos torcedores

MobilidadeRedes

Os torcedores que foram ver o São Paulo golear o Audax por 4 a 0 pelo Campeonato Paulista e tentaram acessar a Internet através do Wi-Fi inaugurado no estádio não tiveram dificuldades. O clube teve uma importante vitória ao ver o serviço de Wi-Fi funcionando perfeitamente, dando mais uma alegria aos torcedores que foram a

Os torcedores que foram ver o São Paulo golear o Audax por 4 a 0 pelo Campeonato Paulista e tentaram acessar a Internet através do Wi-Fi inaugurado no estádio não tiveram dificuldades. O clube teve uma importante vitória ao ver o serviço de Wi-Fi funcionando perfeitamente, dando mais uma alegria aos torcedores que foram a um dos maiores estádios particulares do planeta.

estadio sp

Dos mais de 9.800 pagantes, 8% usaram a rede da Linktel para acessar a Internet para enviar vídeos e fotos da partida em alta resolução numa estrutura dimensionada para 30 mil assinantes. A expectativa é que as pessoas se acostumem com a novidade e mais da metade do público venha a utilizar o serviço de Wi-Fi durante as partidas.

De acordo com a Linktel, os torcedores comentaram nas redes sociais a qualidade do Wi-Fi e manifestaram o orgulho de torcer para um clube que investe em bons serviços para seus torcedores. A partida contra o Audax marcou a inauguração do serviço e todas as apresentações de artistas também contarão com a novidade, além de todo o Complexo Social e Poliesportivo do Estádio Cícero Pompeu de Toledo que já oferece a conexão.

A rede de Wi-Fi da Linktel no Estádio do Morumbi permite que mais de 30 mil pessoas possam estar conectadas simultaneamente através de todos os tipos de plataformas móveis. “A rede é baseada na sobreposição de canais de comunicação para reduzir as interferências, sendo que o sistema de Wi-Fi do estádio realiza a comunicação sem fio no padrão 802.11 a/b/g e está preparado para receber a tecnologia NGH2.0 – Next Generation Hotspot – criada a partir da associação entre os principais fabricantes e operadoras de telecomunicações do mundo, incluindo a própria Linktel”, explica Fábio Simonagio, diretor de engenharia da operadora.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor