Xiaomi planeja entrada nos Estados Unidos

Negócios

Depois do anúncio da chegada em breve ao Brasil, a Xiaomi disse que está planejando sua entrada no mercado norte-americano. No entanto, os smartphones de baixo custo da marca não estarão à venda nos Estados Unidos. A empresa anunciou seus planos para fazer com que o site Mi.com chegue ao mercado norte-americano, para que os

Depois do anúncio da chegada em breve ao Brasil, a Xiaomi disse que está planejando sua entrada no mercado norte-americano. No entanto, os smartphones de baixo custo da marca não estarão à venda nos Estados Unidos.

xiaomi-l-e1414062539854

A empresa anunciou seus planos para fazer com que o site Mi.com chegue ao mercado norte-americano, para que os produtos da tecnológica chinesa sejam vendidos online. Mas, contrariamente ao que se poderia pensar, os smartphones e tablets ficam de fora destas vendas.

O site venderá outros produtos da Xiaomi, como carregadores ou fones de ouvido. De acordo com o vice-presidente internacional da empresa, o brasileiro Hugo Barra, estes serão os primeiros produtos a serem vendidos nos Estados Unidos já que são “mais simples de introduzir no mercado.”

Numa conferência em São Francisco, Hugo Barra afirmou que “temos intenção de lançar o site aqui nos Estados Unidos e talvez em outros mercados e ver como corre. Esperamos que seja o princípio de uma experiência para os norte-americanos com a Xiaomi e a qualidade dos nossos produtos”, disse.

Atualmente, a Xiaomi vende seus produtos na China – onde já é o fabricante de smartphones número um do país – e em sete outros mercados, chegando à marca de cem milhões de usuários ativos, em apenas cinco anos desde seu lançamento.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor