Apple retoma liderança do mercado de smartphones

MobilidadeNegóciosSmartphones

De acordo com levantamento do Gartner, a Apple deixou para trás a Samsung em vendas de smartphones no quarto trimestre e reconquistou a liderança do mercado, que não ocupava desde 2011. Com 74,8 milhões de aparelhos vendidos, a Apple conseguiu 20,4% de participação global. Já a Samsung registrou 73 milhões de unidades vendidas, ficando com

De acordo com levantamento do Gartner, a Apple deixou para trás a Samsung em vendas de smartphones no quarto trimestre e reconquistou a liderança do mercado, que não ocupava desde 2011.

iphone 6 _2

Com 74,8 milhões de aparelhos vendidos, a Apple conseguiu 20,4% de participação global. Já a Samsung registrou 73 milhões de unidades vendidas, ficando com 19,9% do mercado. Em seguida vem Lenovo (que já soma as vendas da Motorola), Huawei e Xiaomi no pelotão de frente.

Enquanto as vendas da Apple cresceram 49% no quarto trimestre, as da Samsung encolheram 12%, ainda segundo o Gartner.

A enorme gama de modelos da Samsung tem sido um dos fatores que tem prejudicado o desempenho da fabricante. Com a dissolução de sua marca principal, Galaxy, em uma infinidade de aparelhos de baixo preço e qualidade aquém dos modelos que a fizeram famosa, a Samsung acabou confundindo seus consumidores e entrando em uma briga de foices com fabricantes como a Xiaomi.

Aparelhos com cada vez mais qualidade por menor preço lançados pela concorrência atingiram diretamente as linhas de entrada e intermediárias de aparelhos da Samsung, que viu suas vendas diminuírem com a escalada dos aparelhos médios e de entrada.

A sul-coreana tem passado por um importante processo de reestruturação, eliminando o excesso de modelos de aparelhos e focando na qualidade de seus aparelhos. O lançamento do Galaxy S6 é uma mostra do engajamento da Samsung na qualidade para reconquistar mercado.

Finalmente, é importante notar que a Apple conquistou a liderança com uma gama de modelos super restrita. É justamente esse foco que impulsiona a norte-americana e precisa estar na pauta da Samsung para retomar sua liderança.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor