CA reestrutura operação no Brasil

EmpresasNegócios

A CA Technologies anunciou uma profunda reestruturação na operação brasileira, em um claro movimento para enfrentar o difícil momento econômico e preparar a companhia para continuar crescendo. A figura do presidente brasileiro sai e ficam agora três executivos-chave, que se reportam diretamente a Laércio Albuquerque, presidente da CA na América Latina. Sem presidente no Brasil

A CA Technologies anunciou uma profunda reestruturação na operação brasileira, em um claro movimento para enfrentar o difícil momento econômico e preparar a companhia para continuar crescendo. A figura do presidente brasileiro sai e ficam agora três executivos-chave, que se reportam diretamente a Laércio Albuquerque, presidente da CA na América Latina.

ca technologies

Sem presidente no Brasil desde janeiro, a CA já estudava uma mudança organizacional há meses. Agora, a companhia operará com três unidades, com focos específicos.

A Platinum Division fica com as maiores empresas brasileiras que possuem relacionamento mais antigo com a CA. São os clientes grandes, que respondem pelo grosso do faturamento da empresa e terão um atendimento ainda mais focado. Marcel Bakker, antes responsável pelas soluções de Segurança da CA na América Latina, assume o comando.

A Growth Division tem foco em clientes com grande potencial de crescimento e inovação, independentemente do tamanho e faturamento. O atendimento mais dinâmico é uma premissa, já que as empresas já entendem o impacto da economia dos aplicativos. A divisão ficará sob o comando de Rosano Moraes, que tem 18 anos de CA.

Finalmente, o setor público, que já tinha atenção especial da empresa, continua sob a liderança de Eduardo Pedrinha, que fica baseado em Brasília.

Como parte da reformulação, a CA também criou uma equipe de vendas por canais remotos, batizada de Inside Sales para aumentar sua presença em companhias de pequeno e médio portes.

Também faz parte da reestruturação a iniciativa Inside Sales, que consiste na criação de canais remotos, compostos por vendedores especializados que entendam a fundo a necessidade de cada cliente e ajudem a formatar da melhor forma possível as ofertas da companhia, de modo a conquistar mais clientes em diferentes verticais.
A equipe de Inside Sales será comandada pelo VP Rene Osorio, que cuidou da equipe de Inside Sales da SAP na América Latina.

A reestruturação é uma aposta na diversificação da carteira de clientes da empresa, que hoje é composta quase que totalmente por grandes empresas. Com foco nas médias, o objetivo é crescer em participação no mercado e diminuir o impacto que a crise possa causar.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor