Centro de ensino internacional de TI chega ao Brasil

EmpresasNegócios

A STEP Computer Academy, indicada em 2014 pela Cisco como um dos melhores centros de treinamento da Europa, chega ao Brasil com uma primeira unidade na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. A instituição internacional de ensino existe há 15 anos e já formou mais de 80 mil alunos. São oferecidas três formações: design,

A STEP Computer Academy, indicada em 2014 pela Cisco como um dos melhores centros de treinamento da Europa, chega ao Brasil com uma primeira unidade na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. A instituição internacional de ensino existe há 15 anos e já formou mais de 80 mil alunos.

capacitação

São oferecidas três formações: design, programação e administração de redes, que duram dois anos e meio, com aulas durante a semana, aos sábados ou domingos. Há também formações específicas, como desenvolvedor web, programação PHP, Android, Java, iOS, criação de jogos de plataforma cruzada, entre outros.

Segundo pesquisa feita pelo centro internacional, há uma lacuna na qualificação de profissionais recém-formados. “Quando o aluno de TI termina a faculdade, o que ele aprendeu já está defasado em relação ao mercado. Cursos rápidos, por sua vez, não conseguem dar a profundidade necessária. Nós criamos um mix entre as duas coisas”, detalha a fundadora Iryna Krokhina, que completa: “A missão da STEP Computer Academy é elevar a qualidade de ensino no Brasil, dando a oportunidade de cada grande cidade do país ter uma educação de TI com padrões internacionais”.

A STEP só aceita corpo docente que atue no mercado de TI: hoje, a equipe conta com 700 professores. “É preciso acompanhar na prática a evolução da área, sempre tão rápida, para ensinar com propriedade”, comenta Iryna. Atualmente, são 20 mil alunos matriculados em 30 filiais, distribuídas por nove países. “Também possuímos abertura para negociar parcerias com o governo e empresas privadas”, afirma a fundadora.

Para que os alunos estejam sempre atualizados com as práticas de mercado, a STEP Computer Academy estimula a participação em competições. Seus estudantes já conquistaram vários prêmios em campeonatos mundiais de TI, como o 1º lugar na Microsoft Imagine Cup, na Austrália, em 2012, com invenções elogiadas pela revista Times, entre outros. No final da formação, são elaborados projetos reais apresentados a companhias, potenciais recrutadoras destes profissionais. “Ao defenderem seus trabalhos, em muitos casos nossos alunos são contratados pela empresa”, conta Andrey Krokhin, também fundador.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor