Fundo Santander investe em aplicativo de pagamentos móveis

AppsMobilidadeNegóciosSoftware

O fundo recém-criado do banco Santander continua a focar suas atenções em tecnológicas, com um investimento de US$ 5 milhões numa startup de pagamentos móveis. A aplicação da MyCheck está presente em países como os EUA, Reino Unido e Brasil. Em julho do último ano, o banco espanhol Santander criou um fundo de investimento de

O fundo recém-criado do banco Santander continua a focar suas atenções em tecnológicas, com um investimento de US$ 5 milhões numa startup de pagamentos móveis. A aplicação da MyCheck está presente em países como os EUA, Reino Unido e Brasil.

mobile

Em julho do último ano, o banco espanhol Santander criou um fundo de investimento de US$ cem milhões que visa apoiar empresas tecnológicas cujas ideias possam quebrar as barreiras convencionais e beneficiar da experiência do investidor. Na página do Innoventures Fund, o fundo declara sua intenção em “apoiar a revolução digital para garantir que os clientes do Santander por todo o mundo beneficiem do mais recente know-how e inovações”.

A MyCheck é uma das contempladas graças a um aplicativo de pagamentos móveis pensado para restaurantes. Tendo em vista a redução do tempo gasto com o pagamento da conta após uma refeição, a MyCheck apresenta uma forma mais simples e que dispensa a presença de um funcionário para completar a tarefa.

Com este aplicativo, é também possível dividir a conta entre os diferentes participantes do almoço ou jantar e ganhar pontos de lealdade que poderão resultar em descontos ou ofertas. Para isto, a MyCheck funciona através de um portal que possibilita ainda a hipótese do cliente pedir o que deseja comer, em avanço, tornando a experiência mais completa.

O Santander Innoventures Fund investiu US$ cinco milhões nessa startup mas o negócio inclui também a partilha dos conhecimentos e portfólio do banco, especialmente nos territórios onde opera.

Neste momento, o aplicativo MyCheck está disponível nos Estados Unidos, Reino Unido, Israel e Brasil.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor