Google acelera rumo ao segmento automotivo com Android Auto [com vídeo]

HOMEMobilidadeNegóciosSistema OperacionalSoftware

Apresentado durante a CES, o Android Auto, a resposta do Google ao sistema automotivo apresentado pela Apple, finalmente chegou ao Google Play. O app, compatível apenas com aparelhos Android com a versão Lollipop (5) instalada, faz a interface com o sistema embarcado em uma nova linha de rádios multimídia da Pioneer lançada nos EUA. Além

Apresentado durante a CES, o Android Auto, a resposta do Google ao sistema automotivo apresentado pela Apple, finalmente chegou ao Google Play. O app, compatível apenas com aparelhos Android com a versão Lollipop (5) instalada, faz a interface com o sistema embarcado em uma nova linha de rádios multimídia da Pioneer lançada nos EUA.

Android-Auto

Além dos rádios Pioneer, o Android Auto será integrado aos sistemas multimídia de carros das principais montadoras, como Chevrolet, Ford, Fiat, Honda e Kia.

O app que foi disponibilizado faz a interface do smartphone com a central de comando do rádio, permitindo atender e fazer chamadas usando comandos de voz, ou usar aplicações instaladas no celular. Com um cabo USB, é possível fazer a interface ao mesmo tempo que se carrega rapidamente o aparelho, pois o rádio tem saída de força de 2.1 amperes.

Os novos sistemas de som da Pioneer custam a partir de US$ 700 dólares. Os modelos compatíveis são AVIC-F77DAB, AVIC-F70DAB e AVH-X8700BT. Como são grandes, nem todo carro pode recebê-los no painel, portanto é bom consultar um técnico antes de encomendar. Especialmente no Brasil, o preço pelos aparelhos será proibitivo, em especial pela situação atual do dólar. A única alternativa viável seria importação direta ou trazer de viagem, lembrando que o imposto incide em produtos a partir de US$ 500.

A questão é: vale o investimento? Isso é muito subjetivo. Muitos usuários – e aí incluímos a redação da B!T – se sentem muito satisfeitos com a usabilidade atual dos smartphones dentro do carro. Os aparelhos da Motorola, por exemplo, já tem um modo de direção muito competente. Sem uma aplicação matadora, que justifique o gasto, o Android Auto pode ser apenas um acessório caro. Vamos ver o que o Google trará no futuro.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor