Nova CFO do Google vai ganhar mais de US$ 70 milhões

Negócios

Nos próximos dois anos, Ruth Porat irá ganhar mais de US$ 70 milhões por se ter tornado na nova diretora financeira do Google. O valor é significativamente superior àquele que o anterior CFO recebeu, e cuja saída da empresa foi anunciada no início desse mês. Quando Patrick Pichette, CFO do Google durante sete anos, começou a

Nos próximos dois anos, Ruth Porat irá ganhar mais de US$ 70 milhões por se ter tornado na nova diretora financeira do Google. O valor é significativamente superior àquele que o anterior CFO recebeu, e cuja saída da empresa foi anunciada no início desse mês.

Ruth-Porat

Quando Patrick Pichette, CFO do Google durante sete anos, começou a trabalhar na tecnológica, seu salário base por ano rondava os US$ 450 mil e, apesar de ter beneficiado de polpudos bônus durante seu tempo na empresa, os valores totais ficam abaixo daqueles que a nova diretora financeira irá receber.

Ruth Porat terá um salário base anual de US$ 650 mil e, durante os primeiros dois anos, receberá mais de US$ 70 milhões graças a uma combinação de ações e fundos. Ainda não são conhecidos os números relativos aos sete anos de Pichette, mas até 2012, o antigo CFO havia recebido pouco menos de US$ 40 milhões.

O Google anunciou que os tão conhecidos bônus a executivos seniores acabariam, mas esse tipo de remuneração extra será pago de outro modo. Em vez de bônus anuais, os diretores receberão fundos correspondentes a dois anos.

Porat assumirá suas novas funções a 26 de maio, dia que marca o regresso da executiva ao Vale do Silício numa tentativa do Google em renovar a força da empresa e assegurar o desenvolvimento em novas territórios como a Internet das Coisas, onde o Google não quer ficar para trás.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor