Receitas da BlackBerry continuam a cair

MobilidadeNegócios

A BlackBerry tem enfrentado dura concorrência no mercado dos dispositivos móveis, não conseguindo, muitas vezes, acompanhar a constante inovação das concorrentes. Por isso mesmo, as previsões dos analistas apontavam para valores abaixo daqueles conseguidos pela canadense. A receita caiu mas os resultados líquidos aumentaram. Desde a proposta de que a neutralidade da internet deveria estender-se

A BlackBerry tem enfrentado dura concorrência no mercado dos dispositivos móveis, não conseguindo, muitas vezes, acompanhar a constante inovação das concorrentes. Por isso mesmo, as previsões dos analistas apontavam para valores abaixo daqueles conseguidos pela canadense. A receita caiu mas os resultados líquidos aumentaram.

blackberry

Desde a proposta de que a neutralidade da internet deveria estender-se também às aplicações e conteúdos móveis à disponibilização de apps Android para os seus usuários ou a apresentação de um tablet seguro desenvolvido em conjunto com a IBM, a BlackBerry tem estado no centro da discussão sobre o futuro do mercado.

No último ano, a canadense tem demonstrado dificuldades em acompanhar as inovações tecnológicas de empresas como a Apple e os resultados financeiros da BlackBerry têm, por isso, sofrido as consequências desse cenário.

Em relação ao trimestre terminado em fevereiro deste ano, a BlackBerry atingiu o valor positivo de US$ 28 milhões, o que representa uma larga melhoria relativamente aos US$ 423 milhões que a empresa perdeu, no mesmo período do ano anterior.

No entanto, a receita continua a descer, tendo chegado aos US$ 660 milhões, menos 32%, ou seja, menos cerca de US$ 300 milhões.

Além da venda de equipamentos, a BlackBerry obtém as suas receitas através da prestação de serviços, suporte, e pela venda de software e aplicações, embora este último represente apenas 10% do conjunto.

Tendo em conta o ano fiscal completo, as perdas líquidas da canadense foram de US$ 304 milhões, valor bastante inferior quando comparado com os números do ano anterior quando a BlackBerry perdeu aproximadamente US$ 6 bilhões.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor