Redecom lança plataforma de Inteligência de Operações na ISC Brasil

SegurançaSoftware

A Redecom Tecnologia, empresa brasileira especializada em soluções de inteligência urbana, em parceria com AIS-Altran e Dell, participa da 10ª edição da ISC Brasil apresentando suas soluções e cases de sucesso destinados ao segmento de inteligência urbana, a partir de seu portfólio de produtos e serviços voltados à melhoria do dia a dia das cidades

A Redecom Tecnologia, empresa brasileira especializada em soluções de inteligência urbana, em parceria com AIS-Altran e Dell, participa da 10ª edição da ISC Brasil apresentando suas soluções e cases de sucesso destinados ao segmento de inteligência urbana, a partir de seu portfólio de produtos e serviços voltados à melhoria do dia a dia das cidades nas áreas de mobilidade inteligente, conveniência urbana, segurança do cidadão e sustentabilidade energética.

futurism

Segundo a Associação das Indústrias de Segurança no Brasil (SIA), o setor já cresce, em média, 20% ao ano. Até 2016, espera-se que R$ 1,8 bilhão seja movimentado no segmento.

A principal novidade apresentada no evento é o lançamento do Mandrill Intelops, a primeira plataforma de software 100% nacional para o segmento de inteligência em operações. O software é o resultado de R$ 2,2 milhões em investimentos e 18 meses de desenvolvimento e pesquisa no centro de P&D da Redecom na Universidade de Brasília (UnB).

Com mais de 10 anos de atuação no mercado, a Redecom aposta em um segmento ainda não explorado pelos produtores de software: o de inteligência de operações. “O Mandrill coleta, gerencia e correlaciona dados oriundos da área operacional e os apresenta ao gestor de operações através de gráficos, análises de tendência, indicadores e métricas em um dashboard inteligente. Com base na correlação de dados vindos de câmeras e sensores, o gestor passa a ter uma visão tática e estratégica da retaguarda de operações”, explica Sigmar Frota, CTO da Redecom e um dos arquitetos da plataforma Mandrill.

Disponível nas versões para servidores sob Windows, Linux ou iOS e integrado ao banco de dados não-relacional MongoDB, o Mandrill Intelops foi concebido para ir um passo adiante das plataformas tradicionais de PSIM (Physical Security Information Management) e de VMS ( Video Management System). “O Mandrill gerencia a visão do gestor das operações e não do operador, que é a típica abordagem dos softwares de VMS e PSIM do mercado. Seu diferencial é a integração das informações provenientes da operação com os demais sistemas da companhia, seja o ERP ou o CRM ou qualquer dado de Big Data da Internet, transformando tudo em informações estratégicas na forma de painéis de indicadores para suporte a tomada de decisão” comenta Rafael Lucyk, diretor executivo da AIS-Altran, parceira da Redecom no desenvolvimento do Mandrill.

Em sua versão para comercialização em março de 2015, o Mandril Intelops pode ser adquirido em edições verticalizadas para quatro serviços operacionais presentes nas cidades: Vias Urbanas & Rodovias, Terminais & Aeroportos, Shoppings & Supermercados e Infraestrutura de Governo. As funcionalidades, dependendo de cada vertical, cobrem áreas como gestão integrada de tráfego; mapeamento de condições operacionais, identificação de veículos e incidentes em vias urbanas e rodovias; controle de acesso; fluxo de atendimento e gerenciamento de serviços aos cidadãos em agências e repartições de serviço público; controle de veículos operacionais e aeronaves, pistas e plataformas; monitoramento de zona de carga e bagagem em aeroportos e terminais de passageiros; gestão de comportamento e fluxo de cliente em lojas, seções e áreas comuns de shoppings e de supermercados; entre outros.

“Inteligência em operações de serviços é o alicerce do novo cenário das cidades inteligentes. O Mandrill Intelops é a plataforma onde se visualiza e se gerencia tal inteligência”, complementa Sigmar. Nos próximos dois anos de roadmap de desenvolvimento do Mandrill Intelops, a Redecom prevê disponibilizar a plataforma para mais quatro verticais essenciais para o funcionamento de serviços de cidades inteligentes: Segurança do Cidadão, Mobilidade Urbana, Vagas & Estacionamentos, Cargas & Fronteiras. A empresa também inicia no 2º semestre deste ano o processo de obtenção da certificação CERTICS e começa a preparar a localização para o Inglês e Espanhol do Mandrill, em uma iniciativa para ingresso em mercados fora do Brasil a partir de 2016.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor