Xiaomi anuncia produção e investimento na Índia

Negócios
0 0 Sem Comentários

A fabricante chinesa de smartphones anunciou que irá investir mais na Índia e que começará a produção local dentro de um prazo que pode ir de um ano a 18 meses. A Índia é um dos mercados onde a Xiaomi está presente, apesar de existerem alguns problemas com a consolidação no mercado, em especial por

A fabricante chinesa de smartphones anunciou que irá investir mais na Índia e que começará a produção local dentro de um prazo que pode ir de um ano a 18 meses.

xiaomi mi cores

A Índia é um dos mercados onde a Xiaomi está presente, apesar de existerem alguns problemas com a consolidação no mercado, em especial por questão ligadas a patentes. Atualmente, o mercado indiano de smartphones tem tido um crescimento rápido, onde a Samsung e a indiana Micromax dominam as vendas.

A Xiaomi entrou no mercado indiano em julho de 2014, vendendo seus celulares Mi, que contabilizaram vendas de um milhão de aparelhos no espaço de cinco meses.

“Queremos investir profundamente nesse mercado, queremos ter uma quantidade significativa de pesquisa e desenvolvimento aqui – não apenas para a Índia, mas para o resto do mundo”, afirmou o vice-presidente de operações internacionais da Xiaomi, Hugo Barra.

A empresa chinesa já é a terceira fabricante de smartphones mais importante globalmente, sendo ultrapassada apenas pela Apple e Samsung. No mercado indiano, ocupa o quinto lugar no top de fabricantes de smartphones, mas parece querer ganhar importante produzindo na Índia.

De acordo com informação divulgada pela empresa, já está avaliando locações para instalar uma fábrica, para poder começar seu processo de produção na Índia.

Apesar de não revelar qual o valor monetário que a Xiaomi está disposta a investir no mercado indiano, que é o maior mercado da Xiaomi sem contar com a China, disse que a empresa quer investir em startups e centros de serviço.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor