Cemig pode avançar no mercado de telecomunicações

Negócios

O grupo de eletricidade Cemig está avaliando “algumas oportunidades” para expandir e agregar valor às operações da unidade Cemig Telecom, avança a agência Reuters. O anúncio foi feito em comunicado ao mercado após questionamento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sobre reportagem da revista Exame que afirma que a empresa está preparando negócio que poderá

O grupo de eletricidade Cemig está avaliando “algumas oportunidades” para expandir e agregar valor às operações da unidade Cemig Telecom, avança a agência Reuters.

Telecomunicações-Antenas

O anúncio foi feito em comunicado ao mercado após questionamento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sobre reportagem da revista Exame que afirma que a empresa está preparando negócio que poderá “trazer 1 bilhão de reais para o caixa da companhia”.

A empresa, porém, afirma que até o momento não firmou qualquer acordo envolvendo a Cemig Telecom.

Um negócio envolvendo empresas de comunicação e de energia ocorreu em 2011, quando a operadora de celular TIM comprou a empresa de telecomunicações do grupo AES no Brasil, Atimus, por 1,6 bilhão de reais.

A Cemig Telecom foi criada em 1999 e oferece a maior rede óptica para transporte de serviços de telecomunicações em Minas Gerais, atendendo principalmente segmentos corporativos e operadoras de telecomunicações.

A companhia aproveita postes e dutos subterrâneos de distribuição de eletricidade da Cemig para desenvolver a rede de fibra óticas, que já tem mais de 2.530 quilômetros em 29 cidades de Minas Gerais.

Em 2014, a Cemig Telecom teve prejuízo líquido de 14,8 milhões de reais, ante lucro de 4,2 milhões em 2013, e receita de 4 por cento maior, de 117,8 milhões de reais

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor