Empresas de TICs propõem agenda de trabalho com o MCTI

Negócios

O presidente executivo da Brasscom expôs panorama do setor de tecnologia da informação e comunicação ao ministro Aldo Rebelo. O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo, recebeu esta semana o presidente executivo da Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), Sergio Paulo Gallindo, acompanhado por executivos das companhias Capgemini, Google

O presidente executivo da Brasscom expôs panorama do setor de tecnologia da informação e comunicação ao ministro Aldo Rebelo.

Novas-Tecnologias-do-Mundo-da-Publicidade-03

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo, recebeu esta semana o presidente executivo da Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), Sergio Paulo Gallindo, acompanhado por executivos das companhias Capgemini, Google Brasil, IBM Brasil, Intel, Microsoft Brasil, Stefanini e Totvs.

Gallindo apresentou ao ministro um panorama do setor. “Tivemos um faturamento total de R$ 440 bilhões em 2013 – agregando com telecomunicações –, o que representou a quinta posição mundial e 8,8% do PIB [Produto Interno Bruto] nacional”, disse. “Entre 2011 e 2013, o setor cresceu acima de 10% ao ano, chegando à marca de 17% em 2013.”

O presidente executivo da Brasscom defendeu a manutenção de medidas de desoneração da folha de pagamento, adotadas pelo setor desde 2011, para facilitar a competitividade do Brasil em serviços de tecnologias da informação e da comunicação (TICs) com países asiáticos, europeus e latino-americanos.

Segundo Gallindo, o setor está unido em torno de mudanças na legislação, por meio de três entidades representativas – Associação Brasileira das Empresas de Software (Abes), Federação das Associações das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro) e Brasscom – e dos sindicatos das Empresas de Processamento de Dados e Serviços de Informática do Estado de São Paulo (Seprosp) e dos Trabalhadores em Processamento de Dados e Tecnologia da Informação (SindPD).

Cooperação

Após a audiência com o ministro, o secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação, Armando Milioni, e a diretora de Políticas e Programas Setoriais em TICs do MCTI, Luanna Roncaratti, discutiram uma agenda de trabalho conjunto com a Brasscom, em torno da Lei do Bem e do fomento bilateral a cinco grandes tendências para o setor: computação em nuvem, big data, internet das coisas, redes sociais e segurança da informação.

Também participaram do encontro com o ministro o diretor de Relações Institucionais da Brasscom, Sergio Sgobbi, o vice-presidente para o Setor Público da Capgemini, Delfino Natal, os diretores de Relações Governamentais da Google Brasil, Marcelo Lacerda, de Relações Governamentais e Políticas Públicas da IBM Brasil, Fabio Rua, e de Assuntos Corporativos da Microsoft Brasil, Rodolfo Fücher, o presidente da Stefanini, Marco Antônio Stefanini, e o executivo de Relações Institucionais da Totvs, Sergio Serio Filho.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor