Globo utiliza tecnologia Cisco para orquestrar distribuição de conteúdo

Data StorageGestão de RedesRedesSoftware

A Cisco, em parceria com a TV Globo, está desenvolvendo um projeto de larga escala para implementar virtualização e orquestração das funções de rede, de gestão, entrega e compartilhamento de conteúdo, com o objetivo de promover maior agilidade nos negócios da emissora. Utilizando o Processamento Virtualizado de Vídeo (Virtualized Video Processing – V2P) e as tecnologias do portfólio Cisco

A Cisco, em parceria com a TV Globo, está desenvolvendo um projeto de larga escala para implementar virtualização e orquestração das funções de rede, de gestão, entrega e compartilhamento de conteúdo, com o objetivo de promover maior agilidade nos negócios da emissora.

switcher tv

Utilizando o Processamento Virtualizado de Vídeo (Virtualized Video Processing – V2P) e as tecnologias do portfólio Cisco Videoscape, a Globo pretende reduzir o custo e a complexidade de gerenciar e modificar os fluxos de vídeo, aumentando a eficiência de seus recursos de hardware e software.

“Com a quantidade de conteúdo que produzimos e gerenciamos, temos de trabalhar constantemente para melhorar a eficiência de nossas operações e transformar a maneira como fornecemos vídeo para milhões de telespectadores, nas novas mídias e também nas tradicionais. A colaboração com a Cisco vai permitir à Globo operar com a agilidade necessária, acelerando os fluxos de trabalho e oferecendo qualidade de vídeo multiscreen para os consumidores”, afirmou em nota Raymundo Barros, Diretor Geral de Tecnologia da TV Globo.

Combinando os componentes virtuais Videoscape com os servidores Cisco Unified System Computing (UCS), os switches Cisco Nexus e com os serviços da Cisco, a Globo poderá  gerenciar e fornecer dezenas de formatos de vídeo, conteúdos e metadados a partir de uma arquitetura de rede centralizada para suas várias unidades e parceiros de mídia.

Jordi Botifoll, Vice-presidente Sênior da Cisco para América Latina, reforça a importância da parceria: “A Cisco está focada em ajudar as empresas de mídia a tornarem-se mais ágeis com as suas operações de vídeo multiscreen, expandindo seus negócios e oferecendo mais conteúdo para mais usuários. Juntas, Globo e Cisco estão impulsionando a transformação através da inovação e de esforços pioneiros, ao virtualizar os processos de produção e de distribuição de vídeo, criando um marco para essa indústria”.

A Globo chega a quase toda a população brasileira (em 99,5% dos potenciais espectadores) e anualmente produz cerca de 2.400 horas de entretenimento. Suas operações internacionais incluem sete canais de TV pay-per-view e uma divisão de produção e distribuição, com esportes domésticos e conteúdo de entretenimento, para mais de 190 países ao redor do mundo.

A emissora é referência em tecnologia na América Latina e foi uma das pioneiras no desenvolvimento e aplicação de novas tecnologias de captação, edição e fluxo de produção.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor