YouTube altera codec para conseguir maior rapidez

EmpresasNegócios

O YouTube alterou seu codec para garantir que os usuários tenham acesso a um carregamento dos vídeos com maior rapidez e com uma qualidade melhor. O anúncio foi feito no blog de desenvolvedores do Youtube e explica as razões da escolha do codec VP9. O VP9 é responsável, por exemplo, por assegurar o funcionamento fluido

O YouTube alterou seu codec para garantir que os usuários tenham acesso a um carregamento dos vídeos com maior rapidez e com uma qualidade melhor. O anúncio foi feito no blog de desenvolvedores do Youtube e explica as razões da escolha do codec VP9.

YouTube-e1385740990565

O VP9 é responsável, por exemplo, por assegurar o funcionamento fluido do serviço Netflix. O codec é um algoritmo que consegue diminuir o tamanho do vídeo que, no caso do VP9, consegue tornar os arquivos mais pequenos, sem prejudicar a qualidade do vídeo.

Desenvolvido em open source, este formato consegue reduzir pela metade o tamanho de arquivos em HD e até 4K.

Na prática, este formato faz com que a qualidade dos vídeos seja melhor, até para quem tenha uma conexão mais lenta. Se, por exemplo, a ligação só permitia ver vídeos com 480p de qualidade, sem buffering no Youtube, com o codec VP9 a qualidade será melhor.

No caso do Brasil, a mudança será benéfica, de acordo com os dados do post: quase 40% dos vídeos que agora são assistidos em baixa definição (240p ou menos) passarão a poder ser vistos em definição de 360p ou mais.

Por agora, o VP9 está disponível no navegador Chrome, em dispositivos da Sony, LG e Sharp. Também o Galaxy S6 já permitirá a visualização de vídeos no YouTube com este codec.

O codec funciona em duas etapas. Primeiro, um vídeo precisa ser codificado. Um programa especializado aplica um algoritmo que analisa cada quadro do vídeo e detecta quais informações visuais são repetidas e podem ser suprimidas. Quanto mais sofisticado o codec, maior será a compressão e menor será a perda de qualidade. Para o vídeo ser reproduzido, o vídeo é decodificado, remontado com as informações visuais colocadas nos lugares certos.

Foi graças à criação de codecs eficientes que foi possível o advento do DVD, do DiVX, dos formatos de alta definição e da transmissão de vídeos pela internet. Sem os codecs, os vídeos teriam tamanhos proibitivos, pois cada quadro ocuparia o mesmo espaço de uma foto de alta qualidade. Como um vídeo normalmente tem de 24 a 30 quadros por segundo, uma hora de vídeo Full HD ocupa pelo menos 445 GB.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor