China investirá US$ 182 bi para melhorar internet

OperadorasRedes

O Conselho de Estado de Pequim anunciou que investirá, até 2017, cerca de US$ 182 bilhões para aumentar a velocidade e melhorar a qualidade da internet no país. Essa é uma clara aposta na transformação da matriz econômica do país, que hoje é prioritariamente sustentada na manufatura, mas tem se movido gradativamente para o setor

O Conselho de Estado de Pequim anunciou que investirá, até 2017, cerca de US$ 182 bilhões para aumentar a velocidade e melhorar a qualidade da internet no país.

connessione adsl2

Essa é uma clara aposta na transformação da matriz econômica do país, que hoje é prioritariamente sustentada na manufatura, mas tem se movido gradativamente para o setor de serviços, com especial crescimento no campo digital.

Como reportou a Reuters, o órgão governamental disse que o governo vai investir mais de 430 bilhões de iuans (69,3 bilhões de dólares) neste ano em construção de rede, com ao menos outros 700 bilhões de iuans (112,8 bilhões de dólares) investidos nos próximos dois anos.

O objetivo é acelerar o desenvolvimento de redes de banda larga fixa por fibra óptica e móvel por tecnologia 4G.

Dadas as dimensões de seu território, é um desafio igualmente gigante a melhoria das telecomunicações na China. Tecnologia não falta ao país, o que é necessário é implementá-la. Se seu plano tiver sucesso, Pequim puxará toda a região da Ásia e irá atrair mais moradores às cidades “fantasmas” que foram construídas esperando um milagre econômico maior do que o ocorrido. Com uma economia baseada em serviços digitais, em que a distância física não é importante, essas cidades podem ganhar relevância novamente, revertendo um prejuízo monumental do governo chinês.

A China ocupava a 82a posição no mundo em velocidade média de conexão à Internet, atrás da Malásia, Tailândia e Taiwan, segundo relatório sobre o estado da Internet da fornecedora de serviços de computação em nuvem Akamai, que citada dados do quarto trimestre de 2014.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor