Ericsson participa de testes com mineradoras para implementação de redes 5G

NegóciosOperadorasRedes

A fornecedora sueca de equipamentos de telecomunicações anunciou um projeto piloto que utiliza tecnologia de internet 5G, mais ágil que a atual 4G, para comunicação e operações de controle remoto em indústrias hostis e com operações grandes e complexas, como no caso de mineradoras. O projeto é uma parceria até agora restrita a companhias suecas

A fornecedora sueca de equipamentos de telecomunicações anunciou um projeto piloto que utiliza tecnologia de internet 5G, mais ágil que a atual 4G, para comunicação e operações de controle remoto em indústrias hostis e com operações grandes e complexas, como no caso de mineradoras.

Telecomunicações-Antenas

O projeto é uma parceria até agora restrita a companhias suecas como ABB, Boliden, SICS Swedish ICT e Volvo Construction Equipment, e pretende melhorar a produtividade e a segurança na operação da indústria sueca de mineração.

A plataforma de redes com altíssima velocidade deve encontrar soluções que possam ser aplicadas em uma indústria tradicionalmente conhecida por atuar em meio à um ambiente operacional arriscado. Utilizando a tecnologia 5G, que pode sustentar a exigência de baixa latência da indústria, a produtividade das empresas mineradoras pode aumentar, enquanto melhora a segurança das equipes que trabalham na linha de frente das minas.

O gerente do programa e executivo da Ericsson, Torbjörn Lundahl afirmou em comunicado que a implementação bem sucedida dessa tecnologia pode melhorar um ponto crucial e quase repetitivo para as operações de mineração: a segurança. “Mais máquinas e dispositivos conectados significam que menos pessoas precisam trabalhar no subterrâneo. A integração perfeita das atividades sob o solo e abaixo da superfície deve ajudar a melhorar a segurança e a produtividade, além de permitir o melhor monitoramento e controle remoto das atividades que acontecem dentro das minas”.

Na fase inicial, o sistema 5G será utilizado para controlar remotamente caminhões Volvo utilizados para transportar minério em uma mina operada pela sueca Boliden. Chamado de “Projeto Piloto para Comunicação Móvel Industrial em Mineração”, o teste inicial faz parte do programa “5G for Sweden” (5G para a Suecia). Lançado pela Ericsson em março, o esse programa reúne as companhias da indústria no país nórdico, além de universidades e institutos de pesquisa, com o objetivo de estudar soluções de TIC baseadas no novo padrão ultrarrápido de redes.

Para o gerente de Tecnologia de Sistemas da Boliden, Mikael Walter, a companhia busca constantemente refinar e desenvolver as práticas e processos. “Com isso, podemos ver claramente os benefícios da tecnologia digital na indústria mineradora e estamos bastante animados para comprovar os resultados esperados”, afirma.

O projeto “5G for Sweden” busca, além da intensificação da segurança, a impulsão dos processos de digitalização. Com o desenvolvimento das redes e a integração de soluções de TIC em produtos e serviços baseados na tecnologia 5G, isso deve fortalecer a competitividade da indústria sueca. A parceria iniciará pesquisas que podem ser aplicadas em diversos outros setores da indústria, além de auxiliar novos projetos em universidades e institutos, assim como diversos projetos piloto de possíveis soluções 5G para outras indústrias.

A diretora de pesquisa da Ericsson, Sara Mazur, conta que há muito o que se pesquisar a respeito dos desafios vividos pela indústria mineradora. “A ideia é identificar áreas em que as operações de mineração podem ser melhoradas com o uso de comunicação móvel, algo que está alinhado com a visão da Ericsson sobre a Sociedade Conectada, na qual tudo se beneficia por estar conectado”, finaliza.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor