EUA quer tornar carros conectados entre si lei federal

MobilidadeSoftware

O Governo dos EUA facilitará a regulamentação de carros conectados, com o intuito de tornar lei a obrigatoriedade da fabricação de novos veículos com a tecnologia embarcada. Em visita ao Vale do Silício, o secretário dos transportes Anthony Foxx afirmou que o objetivo do governo é regulamentar a tecnologia até o final do ano. “Estamos

O Governo dos EUA facilitará a regulamentação de carros conectados, com o intuito de tornar lei a obrigatoriedade da fabricação de novos veículos com a tecnologia embarcada.

v2v

Em visita ao Vale do Silício, o secretário dos transportes Anthony Foxx afirmou que o objetivo do governo é regulamentar a tecnologia até o final do ano.

“Estamos acelerando nosso cronograma para pedir a aprovação de uma lei que exige a implementação da tecnologia V2V – veículo-para-veículo – que permite que carros ‘falem’ uns com os outros” disse o secretário.

Para Foxx, a tecnologia pode ter grande impacto na prevenção de acidentes e consequente baixa na mortalidade na estradas norte-americanas, pois amplia a percepção que uma pessoa tem dirigindo sem assistência.

Em testes pelas autoridades desde 2012, a tecnologia ajuda o motorista ao calcular de forma precisa se uma mudança de faixa é possível ou se uma conversão é segura, triangulando a posição dos outros carros e suas velocidades.

Nos EUA, o custo estimado da instalação em massa da tecnologia é de US$ 350, que se reverteria rapidamente, uma vez que o sistema de saúde e de seguros seria beneficiado pela queda potencial nos acidentes.

As montadoras já se pronunciaram favoráveis à iniciativa, vistas as dificuldades de homologação que a tecnologia tem enfrentado. O principal problema é a liberação de espectro eletromagnético para V2V, além da regulação de questões de privacidade.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor