Apps sem desempenho custam ao governo dos EUA US$ 1 milhão por hora

HOMESoftware

A Riverbed Technology, fornecedora de soluções de infraestrutura para desempenho de aplicações, divulgou o resultado de um estudo desenvolvido pela Market Connections sobre os recursos gastos pelos decisores de TI dos órgãos federais dos Estados Unidos para resolver problemas de performance de aplicações. Líderes de instâncias federais do país foram entrevistados e eles indicaram que

A Riverbed Technology, fornecedora de soluções de infraestrutura para desempenho de aplicações, divulgou o resultado de um estudo desenvolvido pela Market Connections sobre os recursos gastos pelos decisores de TI dos órgãos federais dos Estados Unidos para resolver problemas de performance de aplicações. Líderes de instâncias federais do país foram entrevistados e eles indicaram que passam por problemas como insuficiência de rede e pouca visibilidade de aplicações, o que pode levar para a baixa produtividade e ineficiência num momento de falha técnica ou evento não programado.

João Paulo Melo- Riverbed br

Foram ouvidos 100 decisores de instituições federais em fevereiro de 2015, a pedido da Riverbed. Entrevistados representam instituições militares (35%) e civis (65%), que são conhecidas por suas operações de rede, com envolvimento na avaliação, recomendação e compra de soluções de rede.

O estudo conduzido pela Market Connections indicou que 51% dos diretores e gerentes de TI levam um ou mais dias para detectar e consertar os problemas de desempenho de aplicações. Devido à falta de visibilidade sobre como está o desempenho da rede e dos equipamentos, esses gestores não podem resolver imediatamente problemas pontuais. Aliás, somente 30% descrevem suas habilidades de monitorar o desempenho de rede como excelente e apenas 17% estão aptos a resolver falhas de rede em poucos minutos.

João Paulo Melo (foto), gerente geral da Riverbed Technology no Brasil, ressalta a importância dessas preocupações também no país. “Visibilidade sobre a rede e as aplicações é essencial para manter o alto desempenho e continuidade da operação das empresas com infraestrutura híbrida de TI (que possuem redes e aplicações em ambientes híbridos). Isso também pode ocorrer em órgãos públicos de qualquer país, o que significa que as interrupções de horas ou dias sejam simplesmente inaceitáveis em órgãos que prestam serviços à população. Com o crescimento destas corporações infraestruturas híbridas, é cada vez mais crítico que todas as instâncias devam contar com otimização, visibilidade e controle de suas aplicações. Como por exemplo, os Tribunais de Justiça do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, entre outros, que utilizam os appliances Riverbed com essa funcionalidade de rede.”, aponta o executivo.

O baixo desempenho de aplicações impacta diretamente nos resultados de um órgão federal, pois os valores estão associados com as interrupções de rede. Segundo pesquisa mundial do IDC, o custo de falhas de aplicações críticas para uma grande organização é de US$ 500 mil a US$ 1 milhão a cada hora. Esse desafio irá ter mais importância para essas entidades públicas moverem os recursos da nuvem e consolidar ações como parte do Federal Data Center Consolidation Initiative (FDCCI) – iniciativa criada pelo do governo dos Estados Unidos em 2010, para reverter o crescimento histórico de data centers federais e reduzir custos com infraestrutura. Essas duas tendências (migrar para a nuvem e consolidar o FDCCI) exigem que aplicações críticas sejam acessadas pelos colaboradores das organizações, porém com desafios grandes em relação à infraestrutura: sejam acessadas delongas distâncias e passem por uma rede complexa.

A pesquisa aponta também que 68% dos entrevistados indicaram que a confiança na rede é um benefício para monitorar as ferramentas. A habilidade de maximizar a produtividade de profissionais passa necessariamente pela maior confiança e maior agilidade da rede, segundo 36% das citações. A visibilidade e segurança de redes governamentais têm implicações determinantes, pois mais de um terço dos entrevistados indicam como um dos melhores benefícios de ferramentas de monitoramento de rede é a ampla visão das anormalidades, podendo indicar ciberameaças.

A Riverbed oferece uma solução de gerenciamento do desempenho e controle, o Riverbed SteelCentral, que combina o controle sobre a experiência de usuário, aplicações e performance de rede, a fim de prover a visibilidade necessária com objetivo de diagnosticar e resolver problemas antes que os próprios colaboradores o percebam.

Além disso, a Riverbed é líder pelo Quadrante Mágico do Gartner em Network Performance Monitoring and Diagnostics (NPMD) e “Visionary” por Application Performance Monitoring (2014). Este é o oitavo ano consecutivo em que a Riverbed foi escolhida como líder do Quadrante por Otimização de WAN do Gartner.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor