Microsoft controlará todas as atualizações dos smartphones com Windows

EscritórioMobilidadeSistemas OperacionaisSmartphonesSoftware

Um dos maiores dilemas dos usuários de smartphones, em especial da plataforma Android, é a velocidade com que as atualizações de sistema são liberadas. Não só é preciso esperar que os fabricantes adaptem o build original do Google, mas também que as operadoras homologuem as mudanças e as compilem, liberando-as para os aparelhos que utilizam

Um dos maiores dilemas dos usuários de smartphones, em especial da plataforma Android, é a velocidade com que as atualizações de sistema são liberadas. Não só é preciso esperar que os fabricantes adaptem o build original do Google, mas também que as operadoras homologuem as mudanças e as compilem, liberando-as para os aparelhos que utilizam suas ROMs específicas.

windows phone 2

A Microsoft reafirmou a importância do update constante como parte integrante do Windows 10,  e detalhou como será o processo nos smartphones. O Windows Update terá um papel muito mais importante do que tem hoje, modificando a dinâmica das atualizações.

Hoje, apenas patches são aplicados pelo Windows Update, em qualquer uma das plataformas Windows. No Windows 10, serão feitas todas as atualizações de sistema, inclusive de versões.

O pulo do gato, no que se refere a smartphones, é que a Microsoft vai abolir as versões personalizadas de ROMs das operadoras, uniformizando o Windows nas plataformas móveis e, consequentemente, exercendo um controle muito maior sobre o ecossistema.

Desse modo, quando sair uma atualização que adiciona recursos ou proteções ao sistema, ela poderá ser aplicada imediatamente, sem passar pelo labirinto de aprovações que hoje pode significar atrasos de mais de 12 meses.

Mesmo parecendo negativo para as operadoras em um primeiro momento (afinal elas perdem o controle que se acostumaram a ter), a decisão da Microsoft pode acabar sendo um incentivo para a adoção de aparelhos com Windows 10, pois Redmond assumiria boa parte da complexidade da operação que é inserir um modelo na rede. Menos custos para as operadoras, mais vantagens para os usuários. Talvez essa seja a maior sacada para emplacar de vez o Windows 10.

 

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor