Roubo de dados pessoais no Brasil é recorde

CyberwarSegurança

A Serasa Experian registrou um número recorde de tentativas de fraudes para o mês de março. Foram 183 mil tentativas de atividades fraudulentas, em que os criminosos tinham o objetivo de obter dados pessoais para aplicar golpes. Os golpes preferidos dos falsários digitais são a abertura de negócios com a intenção de lesar credores ou

A Serasa Experian registrou um número recorde de tentativas de fraudes para o mês de março. Foram 183 mil tentativas de atividades fraudulentas, em que os criminosos tinham o objetivo de obter dados pessoais para aplicar golpes.

data theft

Os golpes preferidos dos falsários digitais são a abertura de negócios com a intenção de lesar credores ou tomar crédito de forma ilegal, sem honrar as dívidas contraídas.

O número é um recorde histórico para o mês de março desde que o indicador foi criado, em 2010. Em relação com o mesmo período de 2014, houve um crescimento de 17,8%. O salto em relação ao mês anterior foi ainda maior: 25,8%.

Em nota, a Serasa Experian declarou que após o período de férias escolares (janeiro) e carnaval (fevereiro), os fraudadores voltaram à carga total em suas tentativas de fraudes envolvendo consumidores, buscando tirar o máximo de proveito financeiro em meio a um cenário de estagnação/recessão da economia e dos negócios.

O aumento do uso da internet, potencializado pela popularização dos smartphones, é um dos fatores que contribui para o aumento no número de tentativas de fraudes. A falta de cuidado ao usar sites de e-commerce de reputação duvidosa, cadastramento de dados pessoais e financeiros em falsas promoções também foram apontados como principais brechas de segurança para a aquisição das informações pelos criminosos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor