Store Automação lança solução de gestão pré-configurada para os setores químico e farmacêutico

EmpresasNegóciosSoftware

A Store Automação, companhia de Tecnologia da Informação especializada em logística, anuncia o lançamento das versões pré-configuradas do seu WMS (Warehouse Management System) para os segmentos químico e farmacêutico. O WMS permite o controle e gestão de armazéns do recebimento à entrega dos produtos De acordo com o presidente da companhia, Wagner Tadeu Rodrigues, a

A Store Automação, companhia de Tecnologia da Informação especializada em logística, anuncia o lançamento das versões pré-configuradas do seu WMS (Warehouse Management System) para os segmentos químico e farmacêutico. O WMS permite o controle e gestão de armazéns do recebimento à entrega dos produtos

armazem

De acordo com o presidente da companhia, Wagner Tadeu Rodrigues, a nova estratégia de posicionamento é fruto da observação às tendências de mercado por meio das inúmeras experiências adquiridas na carteira de clientes. “As novas soluções surgem para atender um mercado cada vez mais competitivo, ávido por projetos enxutos e direcionados sem a necessidade de disponibilidade dos clientes para preparação, configuração, parametrização e treinamento”, pontua ele.

Com a implementação previamente configurada, tanto do STORE/WMS Pharma quanto do STORE/WMS Chemi, o tempo do projeto é reduzido entre 25% a 40%, o que resulta, consequentemente, em custos mais acessíveis. Ainda é possível citar a eliminação de retrabalhos durante a implantação por conta do direcionamento assertivo.

Observando que o mesmo segmento de mercado tem diferentes frentes de atuação, a estratégia adotada pela Store – de ter soluções totalmente flexíveis e parametrizáveis – atende de ponta a ponta os setores: da gestão dos insumos, do material promocional ao produto acabado; da armazenagem à distribuição; e estendendo ao atacado, distribuidor ou operador logístico, bastando parametrizar o sistema de acordo com o modelo de atuação.

Os pré-configurados abrangem, além das boas práticas logísticas, os aspectos legais imprescindíveis para o funcionamento desses setores. No caso do STORE/WMS Pharma, há controles exigidos pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e pelo Fisco. Para o STORE/WMS Chemi, foi adicionado o Controle das licenças fiscais do Ibama, do Exército e da Polícia Federal. Em ambos casos, a proposta é evitar controles paralelos, que podem acarretar em esquecimentos e penalidades junto aos órgãos.

Para 2015, ainda está previsto o lançamento dos pré-configurados para os segmentos de Alimentos e de Higiene e Limpeza. “Elencamos alguns setores alvos após a análise do cenário econômico, que tende a ficar em baixa em 2015. Mas, acreditamos que os segmentos mais básicos continuarão ativos e compradores, tais como produção e distribuição de bens de consumo de alimentação, higiene e limpeza, farmacêutico e setor químico”, finaliza o presidente da Store Automação, Wagner Tadeu Rodrigues


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor