Veeam ganha processo de patentes contra Symantec

EmpresasNegócios

A Veeam Software, provedora de soluções para o data centers, anunciou que o Julgamento de Patentes e a Comissão de Recursos do Escritório de Patentes e Marcas Registradas dos Estados Unidos (USPTO, na sigla em inglês) emitiu por escrito as decisões finais em mais quatro procedimentos de inter partes a favor da Veeam. De acordo

A Veeam Software, provedora de soluções para o data centers, anunciou que o Julgamento de Patentes e a Comissão de Recursos do Escritório de Patentes e Marcas Registradas dos Estados Unidos (USPTO, na sigla em inglês) emitiu por escrito as decisões finais em mais quatro procedimentos de inter partes a favor da Veeam.

Patent

De acordo com a Veeam, as decisões concluem que todas as reivindicações restantes de patentes da Symantec declaradas contra ela em seu segundo processo judicial no Tribunal Distrital do Norte da Califórnia são inválidas.

Essas decisões finais escritas referem-se às patentes da Symantec: U.S. Patent Nos. 7.831.861; 7.024.527; 8.117.168 e 7.480.822.

Até agora, o USPTO invalidou as reivindicações declaradas em um total de sete patentes da Symantec como sendo óbvias ou antecipadas por arte prévia; anteriormente, em julho de 2014, o USPTO invalidou as reivindicações declaradas em outras três patentes da Symantec (7.093.086; 6.931.558; e 7.191.299), parte do primeiro processo contra a Veeam.

“Essas decisões finais do USPTO significam que a Symantec nunca mais poderá reivindicar essas patentes contra os produtos da Veeam”, disse Ratmir Timashev, CEO da Veeam. “Estamos satisfeitos com as decisões do USPTO, que são uma prova de que o sistema de patentes dos Estados Unidos não protege patentes que não representem uma inovação autêntica.”

As decisões do USPTO são as últimas vitórias da Veeam em uma disputa de três anos iniciada pela Symantec. A gigante da indústria iniciou dois processos judiciais separados no Tribunal Distrital do Norte da Califórnia – o primeiro processo aberto em fevereiro de 2012, e o segundo, em outubro de 2012 – alegando que os produtos da Veeam infringiram diversas patentes de armazenamento de dados, restauração e backup da Symantec. Com essas decisões, todas as reivindicações de patentes da Symantec contra a Veeam foram estabelecidas como inválidas pelo USPTO ou removidas dos processos pela Symantec.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor