Yahoo pode enfrentar ação coletiva por espionagem de e-mails

NegóciosSegurança

A juíza norte-americana do estado da Califórnia, Lucy Haeran Koh, ordenou que a companhia norte-americana enfrente uma ação coletiva por espionagem ilegal de documentos de e-mails. A acusação é de interceptação ilegal do conteúdo de e-mails enviados a assinantes do serviço Yahoo Mail por contas de outros serviços de fora do sistema, que podem ter

A juíza norte-americana do estado da Califórnia, Lucy Haeran Koh, ordenou que a companhia norte-americana enfrente uma ação coletiva por espionagem ilegal de documentos de e-mails.

Yahoo

A acusação é de interceptação ilegal do conteúdo de e-mails enviados a assinantes do serviço Yahoo Mail por contas de outros serviços de fora do sistema, que podem ter sido utilizados para aumentar a receita publicitária da companhia de internet chefiada por Marissa Mayer.

Em uma decisão publicada oficialmente nessa semana, a juíza Koh afirmou que as pessoas que enviaram ou receberam correios eletrônicos envolvendo assinantes do Yahoo Mail desde 2 de outubro de 2011 podem entrar com uma ação coletiva, a partir da interpretação de uma lei federal norte-americana, que restringe atividades acerca de comunicações armazenadas por supostas violações de privacidade.

No parecer, a magistrada apontou também que um grupo de não-assinantes do Yahoo Mail, baseados no estado onde legisla, a Califórnia, desde 2 de outubro de 2012 podem processar a companhia como um grupo sob uma lei estadual sobre invasão de privacidade.

Titulares de contas não pertencentes ao Yahoo Mail acusaram a empresa de copiar e analisar seus e-mails, incluindo palavras-chave e anexos, com o objetivo de criar “anúncios direcionados” para seus assinantes, além de detectarem spams e softwares maliciosos.

O Yahoo e seus advogados ainda não responderam a pedidos por comentários feitos pela imprensa dos EUA. A acusação surge quase um mês depois de um acordo sobre o serviços de buscas firmado entre o Yahoo e a Microsoft. A novidade pretende ajustar uma parceria acertada anteriormente, em 2009, para, agora, dar à empresa de mídia online flexibilidade para melhoria dos serviços de busca em qualquer plataforma.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor