YouTube terá integração com Google Shopping

e-Marketing

O Google anunciou mais um movimento que o aproxima do e-commerce global. Agora o YouTube terá, como fonte de receita, botões de compra integrados aos anúncios, encurtando ainda mais o caminho entre as empresas e os consumidores. Com mais de um milhão de canais focados apenas em comentar produtos, é uma estratégia natural da plataforma

O Google anunciou mais um movimento que o aproxima do e-commerce global. Agora o YouTube terá, como fonte de receita, botões de compra integrados aos anúncios, encurtando ainda mais o caminho entre as empresas e os consumidores.

olho youtube

Com mais de um milhão de canais focados apenas em comentar produtos, é uma estratégia natural da plataforma de vídeos. Se as pessoas dão audiência para os produtos, faz sentido os fabricantes investirem em um canal direto de vendas. A expectativa é que o número de canais de comentários de produtos siga a tendência de crescimento de 50% ao ano.

Além da ligação direta com o Google Shopping – o serviço de anúncios pagos e comparação de preços do Google – o novo recurso do YouTube pode combinar mensagens específicas aos consumidores, permitindo a criação de campanhas personalizadas por canais.

Neal Mohan, VP de brand advertising, Google declarou em comunicado que “os consumidores vão ao YouTube pelo entretenimento e pela informação. Várias buscas são sobre como usar determinados produtos. Os consumidores estão interessados, e do ponto de vista do marketing, é a hora perfeita para alcançá-los.”

É uma enorme oportunidade para fazer o YouTube gerar receita de forma mais eficaz. Hoje, o site capitaliza sobre anúncios, que tem baixo retorno de cliques. Com uma forma direta, mensurável e eficaz de conversão de vendas, tanto o Google quanto os anunciantes ganham. Os consumidores, ávidos por saber mais a respeito dos produtos, estão lá, a espera de uma interface com as marcas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor