Blackberry divulga balanço trimestral e investidores se animam com resultados

GestãoMobilidadeResultadosSmartphones

A BlackBerry divulgou ontem um prejuízo trimestral ajustado ligeiramente maior que o esperado. As notícias, no entanto, animaram os investidores. O volume de negociações e a cotação dos papéis da empresa na bolsa canadense Toronto Stock Exchange (TSX), dispararam.

As ações da companhia avançavam antes da abertura do mercado de terça-feira, já que a queda nas receitas, apesar de ainda existir, dá sinais de desaceleração, com uma lenta recuperação de toda a companhia que ganha tração lentamente, com a gestão do CEO, John Chen.

Excluindo os encargos relacionados a itens de reestruturação e ganhos contábeis não recorrentes, a companhia teve prejuízo de US$ 28 milhões no período ou US$ 0,05 por ação. Analistas esperavam perdas em torno de US$ 0,03 por papel, segundo o índice Thomson Reuters I/B/E/S.

A receita trimestral alcançou os US$ 658 milhões nos três primeiros meses do ano, quantia um pouco abaixo das receitas no trimestre anterior. Cruciais para a companhia, que passa por mudanças em seu foco para o negócio de softwares, as receitas neste segmento mais que dobraram na comparação com o mesmo período do ano anterior, para US$ 137 milhões de dólares no trimestre atual.

Os números foram divulgados semanas após notícias ainda não confirmadas oficialmente, que indicavam a intenção da BlackBerry, que deseja embarcar o sistema Android, do Google, na nova geração de smartphones da marca. A decisão seria mais uma das armas da fabricante com sede em Waterloo, na província de Ontario, Canadá, nas busca por receitas positivas.

O movimento da empresa também pode ser uma saída para o atual comando sob as mãos do CEO, Chen, conseguiu com relativo sucesso sanar perdas que atingiram até US$ 6 bilhões durante a gestão do ex-CEO, Thorsten Heins, mas que ainda não decolou com as receitas da empresa que nos últimos três trimestres apenas cobriram os custos e entregaram um lucro líquido de US$ 28 milhões.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor