Aumento exponencial de assinantes impulsiona as receita do Netflix

EmpresasGestãoNegóciosResultados

A empresa de streaming de vídeos norte-americana registrou a adesão de mais assinantes do que o projetado para o segundo trimestre.

Movimento foi fortemente auxiliado pela expansão agressiva que a empresa empreende em mercados, principalmente emergentes e sempre fora dos Estados Unidos, sua maior base atualmente.

As ações da Netflix, que impulsionou o valor da empresa de internet produtora de conteúdos aclamados como as séries “House of cards”, “Orange is the new black” e “Sense 8”, subiram cerca de 10,5% ontem.

A adição de assinantes cresceu aproximadamente 94% em comparação com o mesmo período do ano anterior, chegando a 3,3 milhões de novos clientes, superando a previsão inicial da empresa fechada em 2,5 milhões de usuários.

A receita aumentou 22,7%, atingindo US$ 1,64 bilhão no trimestre encerrado dia 30 de junho, ante US$ 1,34 bilhão do período em 2014, de acordo dados oficiais divulgados pela companhia e apurados pela agência de notícias Reuters.

O lucro da empresa caiu para US$ 26,3 milhões, ou US$ 0,06 por ação, ante US$ 71 milhões ou US$ 0,16 por ação, do segundo trimestre de 2014.

Os analistas esperavam um lucro de US$ 0,04 por ação e receita de US$ 1,65 bilhões, segundo o estimativas do instituto Thomson Reuters I/B/E/S.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor