Batalha entre robôs tripulados é confirmada por japoneses [com vídeo]

Inovação

A japonesa Suidobashi Heavy Industries aceitou o desafio que a norte-americana MegaBots fez na semana anterior, iniciando o que pode ser o esporte mais interessante dos últimos tempos.

A contenda começou quando Matt Oehrlein e Gui Cavalcanti postaram um vídeo online desafiando o poderio da Suidobashi Heavy Industries. No vídeo do desafio, convenientemente legendado em japonês, os responsáveis apresentam seu robozão, o Mark II, uma fera de 4,5 metros de altura, 6 toneladas e grande mobilidade, armada com canhões de paint balls que atiram a quase 200 km/h.

A norte-americana MegaBots tem confiança que seu robô tripulado tem condições de vencer com tranquilidade o desafio. De acordo com seus criadores, o Mark II é o primeiro roboô de combate totalmente funcional criado nos EUA. Tudo bem que, pelo menos até agora, os armamentos não sejam do tipo militar.

Kogoro Kurata, CEO da Suidobashi, fez um vídeo de resposta ao desafio. De acordo com ele, o desafio veio do nada, mas foi aceito.

Provocando os oponentes, ele afirmou que não adianta enfiar um monte de armas no robô. Em tom irônico, Kurata afirmou que isso “é super americano”. E desafiou: “Vamos lá, caras. Façam algo mais legal que isso”.

Kurata vai além e diz que os japoneses não podem deixar outra nação ganhar essa. E chama para a briga, convidando para o combate corpo-a-corpo entre os autômatos.

Mais leve que o Mark II, o robô da Suidobashi pesa a 4,5 toneladas mas é de botar medo. No seu site, entre seus acessórios, está uma garra pneumática de combate e uma lança de proximidade, que funciona como uma britadeira de curto alcance.

Ainda sem data ou local, a batalha sem dúvida será emocionante.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor