Comcast e Discovery chegam a acordo sobre distribuição de conteúdo móvel

AppsEmpresasMobilidadeNegóciosOperadorasRedesSmartphonesTablets

A gigante de telecomunicações Comcast informou ontem que finalizou um acordo para renovar a distribuição de algumas das 28 marcas do grupo produtor de conteúdo, Discovery Communications.

Sob o acordo, os clientes da Xfinity TV, serviço fornecido pela Comcast nos Estados Unidos, terão 12 redes norte-americanas produzidas pela Discovery, permitindo que acessem os conteúdos antigos e atuais dos canais Discovery em aparelhos móveis pela primeira vez.

O novo acordo ajudará à Discovery a atingir crescimento de um dígito nas receitas de taxas de afiliadas pagas por distribuidores, segundo informações apuradas pela agência de notícias Reuters, com um executivo familiarizado com a negociação.

Essa fonte também informou que o pacto se estenderá para a próxima década, até pelo menos 2025. As duas empresas não divulgaram detalhes financeiros da negociação.

A Comcast estava anteriormente em meio à um embate com o grupo Discovery, sobre o acordo de que previa a aquisição da Time Warner Cable pela primeira, no final do último ano.

A acusação partiu do conglomerado de TV por Assinatura, que dizia receber “demandas extorsivas” de sua – agora – parceria de conteúdo, para que a Discovery Communications não se opusesse à oferta de fusão, que em Fevereiro deste ano seria desfeita.

Nenhuma das companhias aceitou falar à imprensa norte-americana sobre o novo acordo, ou sobre as acusações da Comcast Corporation, com sede na Filadélfia, estado da Pensilvânia (EUA), sobre o grupo Discovery, baseado em Silver Springs, cidade no oeste do estado de Maryland (EUA).


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor