América Móvil e Claro registram queda em lucros do segundo trimestre

4GEmpresasGestãoMobilidadeNegóciosOperadorasRedesResultados

O grupo mexicano de telecomunicações América Móvil divulgou esta semana uma queda anual de 25,4% no lucro líquido para o segundo trimestre, atingida principalmente por custos operacionais mais altos e perdas cambiais.

O conglomerado controlado pela família do bilionário Carlos Slime proprietária ou sócia de marcas como Telmex, Embratel e NET, reportou que o lucro líquido no período de abril a junho foi de 14,05 bilhões de pesos mexicanos, algo em torno de US$ 882 milhões, abaixo da expectativa média de analistas, que esperavam cerca de 14,48 bilhões de pesos, ou US$ 909 milhões.

No Brasil, a Claro, operadora móvel do grupo, também divulgou forte queda no lucro líquido, que somou R$ 3,3 milhões de reais ante um resultado positivo aproximado de R$ 308 milhões apresentado no mesmo período do ano passado.

A América Móvil registrou uma perda de 12,9 bilhões de pesos, ou US$ 810 milhões, relacionada a flutuações da taxa de câmbio, diante da desvalorização de moedas da América Latina frente ao dólar. O lucro operacional também caiu devido a custos operacionais mais elevados.

Segundo a agência de noticias Reuters, no último ano a América Móvil, que controla 70% do mercado de telefonia celular do México, foi proibida de cobrar taxa de roaming nacional e uma nova legislação a impediu de cobrar interconexões de concorrentes que utilizem sua rede para completarem as chamadas.

A empresa ressaltou que a taxa de crescimento de receita no México continua a desacelerar, porém o número de clientes de telefonia móvel cresceu 1,9% comparado a um ano atrás.

O presidente-executivo do grupo, Daniel Hajj Aboumrad, afirmou que a empresa vai oferecer a alguns clientes ligações de voz e pacotes de dados nos Estados Unidos e também que a organização pretende investir cerca de US$ 6 bilhões na rede operacional espalhada por todo o território mexicano.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor