Huawei consegue aprovação para fabricar celulares em território indiano

EmpresasMobilidadeNegóciosSmartphonesTablets

A gigante chinesa de telecomunicações conquistou uma aprovação importante concedida pelo governo da Índia, para a fabricação de smartphones e outros dispositivos móveis naquele país.

A medida abre caminho para que a empresa se torne a primeira grande marca chinesa a produzir celulares em um dos maiores mercados de telefones móveis do mundo, com um alcance de quase 1 bilhão de consumidores em potencial.

A aprovação do Ministério de Assuntos Domésticos, confirmada ontem por uma autoridade oficial, acontece 19 meses depois do pedido para a licença de fabricação, feito pela Huawei, em meio a disputas sobre questões de segurança nacional.

A aprovação também marca um impulso significativo à campanha “Make in India” do primeiro-ministro, Narendra Modi.

O país tem 975 milhões de linhas de telefones móveis em um mercado que cresce rapidamente. Perto de 150 milhões de assinantes usam na maior parte das vezes smartphones importados e com funcionalidades de Internet, um número com previsão de crescimento estimado em 26% anualmente até 2019, segundo relatório recente publicado pelo banco multinacional, HSBC.

“A Índia é um importante mercado externo para a Huawei”, disse à agência Reuters o presidente do grupo de negócios de consumidores da Huawei na Índia, Allen Wang. “Temos o objetivo de nos tornar uma das três maiores marcas na Índia, dentro de três anos”, finalizou.

Na última semana a chinesa informou que deve firmar parceria com o Google, para fabricar uma nova geração da linha de smartphones Nexus. O equipamento terá lançamento previsto ainda para o final deste ano.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor