Idol 3 é arma da Alcatel Onetouch para conquistar mercado no Brasil

4GMobilidade

Com um novo aparelho que investe pesado no custo-benefício, a Alcatel Onetouch lançou hoje no Brasil o Idol 3. Com fabricação nacional, o aparelho com tela HD de 4,7 polegadas vem brigar no segmento de smartphones médios, onde Moto G e Zenfone nadam de braçada.

Posicionado a R$ 1.099, o aparelho entrega valor. São 16 GB de armazenamento, entrada para cartão de memória de até 128 GB, dual-sim, 1 GB de RAM e bateria de 2 mil mAh. O processador é um Qualcomm Snapdragon 615 octa-core, de 64 bits e a conectividade é 4G, compatível com 2 chips.

Claro, ele custa um pouco mais que os concorrentes diretos, mas a justificativa são os recursos considerados premium. O som do aparelho é assinado pela JBL, que também coloca sua chancela no fone de ouvido que acompanha o Idol 3. Esse tipo de atributo é especialmente importante para o público-alvo do aparelho, que é muito sensível a atributos técnicos que influenciam na percepção positiva de valor.

A câmera também teve atenção especial. A câmera traseira tem sensor de 13 megapixels e a frontal de 5 megapixels, com lente grande-angular.

Enrique Ussher, presidente da Alcatel Onetouch no Brasil, declarou à B!T que o lançamento tem como objetivo alcançar o consumidor que tem justamente uma expectativa maior de valor do smartphone. “Só uma pequena parcela do mercado está pronta para absorver produtos mais caros, na faixa dos R$ 3 a 4 mil. O Idol 3 responde a essa necessidade do consumidor em consumir qualidade por um preço justo”.

André Felippa, VP de Marketing LATAM, Alcatel Onetouch no Brasil, detalhou à B!T a estratégia da empresa para conquistar mais mercado. Além de uma forte aliança com as operadoras, será feito um forte investimento em mídia, com uma coesa campanha de marketing para comunicar o Idol 3.

Porém, o executivo lembra que apenas comunicar não é o bastante para conseguir sucesso no mercado brasileiro: “Entramos no Brasil em 2011. De lá para hoje, foi um grande aprendizado. O Brasil tem particularidades próprias, tanto no varejo como com as operadoras. Esse tempo foi muito importante para fortalecermos nossos relacionamentos comerciais e estabelecermos parcerias para que o Idol 3 chegue com força no mercado”.

Felippa também pontuou a importância que o pós-venda tem para o mercado brasileiro: “Não adianta chegar vendendo produto sem estrutura para apoiar o consumidor depois. É preciso construir uma sólida fundação.”

O executivo revelou que a América Latina já representa 40% do volume de vendas da Alcatel Onetouch, com grande potencial de crescimento.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor