NTT Docomo seleciona a Gemalto para aplicativos de Internet das Coisas no Japão

CloudM2MRedesSegurança

A Gemalto,uma das líderes mundiais em segurança digital, anunciou que a NTT Docomo, maior operadora móvel no Japão, com cerca de 65 milhões de assinantes, a escolheu para habilitar a conectividade segura de seu ecossistema de Internet das Coisas.

Foi escolhido o Cinterion Machine Identification Module (MIM), que segundo a companhia está em conformidade com os mais altos padrões do setor e foi o primeiro a atender aos requisitos de alta qualidade do mercado japonês.

Estima-se que o mercado de comunicações IoT e máquina-máquina (M2M) do Japão cresça de US$ 11,34 bilhões em 2014 para US$ 41,61 bilhões em 20191 devido à demanda crescente por infraestrutura inteligente e dispositivos de rede totalmente gerenciados. Os aplicativos de IoT permitirão que as empresas japonesas coletem informações em tempo real em sistemas de missão crítica, gerenciem melhor suas redes e logística, e executem remotamente operações inteligentes para maior eficiência e confiabilidade.

A tecnologia da Gemalto suporta ambientes extremos de umidade, corrosão, vibração e temperaturas de -45 a +105 graus Celsius, além de utilizar um sistema operacional proprietário para oferecer gerenciamento otimizado de memória, retenção de dados e um milhão ciclos de apagamento/gravação que prolongam a vida útil do aparelho e evitam interrupções de serviço.

“Temos um relacionamento de longa data com a NTT Docomo, que inclui a primeira conexão sem fio (LTE) do Japão em 2010 em mais recentemente, a implementação do NFC,” declarou Michael Au, Presidente da Gemalto para o Sul da Ásia e o Japão. “Agora, com nossos MIMs avançados, a NTT Docomo será capaz de alavancar suas redes LTE para ampliar sua carteira para outras aplicações M2M nos setores industriais e automotivos.”


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor