Oi amplia datacenter para atender serviços de cloud

CloudData CenterIAASServidores

A operadora brasileira anunciou que deve ampliar a capacidade de infraestrutura disponível em seu datacenter baseado na cidade de São Paulo. A planta é uma das cinco que a companhia mantém em todo o País para atender a demanda por serviços de cloud computing.

O projeto, que teve início em junho último tem conclusão prevista para o mês de setembro e segundo a Oi vai ampliar as vendas da oferta de IaaS (infraestrutura como serviço) para clientes de grandes corporações, além da demanda de pequenas e médias empresas, esperada para o último trimestre deste ano e todo o ano de 2016

A Oi investiu mais de R$ 52 milhões no Oi SmartCloud, plataforma de nuvem da tele, desde seu lançamento, em 2012. A operadora sinaliza um forte crescimento na área de dados, TI e cloud, com um aumento avaliado em 20% da receita no último ano, comparando o primeiro trimestre de 2015 com o mesmo período do ano anterior.

Com a instalação de máquinas virtuais padrão, o projeto pode dobrar a capacidade da infraestrutura atual do datacenter de São Paulo. Com a ampliação, será criado um “braço” da nuvem da Oi no datacenter de paulistano, que atualmente oferece somente serviços de hosting e collocation aos clientes corporativos.

Atualmente, todos os clientes do Oi SmartCloud estão em um dos datacenters que a companhia mantém em Brasília. A planta da capital paulista foi escolhida pela Oi para a ampliação da nuvem, já que se localiza geograficamente mais perto das sedes e de escritórios estratégicos para grandes empresas aqui no país.

“A Oi vem crescendo a uma taxa superior a duas vezes a do mercado no segmento de TI para empresas e a nuvem é o carro-chefe do nosso negócio. Temos percebido o interesse crescente dos clientes por infraestrutura como serviço, o que justifica esse movimento de ampliação do datacenter da Oi em São Paulo”, declarou o diretor de negócios B2B da Oi, Mauricio Vergani.

Com o projeto, além do incremento da receita com serviços de gerenciamento de servidores de clientes, a Oi prevê também o crescimento da venda de serviços de disaster recovery (contingência) para clientes que já têm suas aplicações e sistemas hospedados em servidores físicos, próprios ou alugados.

Hoje, cerca de 15% dos clientes corporativos da Oi já usufruem dos serviços de TI da companhia. A consultoria internacional IDC prevê que o mercado mundial de IaaS cresça a uma taxa média de 79% ao ano entre 2015 e 2018.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor