Processo da Oracle contra Rimini Street começará em setembro

GestãoLegislaçãoSoftware

A Oracle anunciou nesta semana que o processo movido pela gigante de Santa Clara, no estado da Califórnia (EUA), contra a fornecedora de suporte para softwares Rimini Street, irá a julgamento no próximo mês de setembro.

A empresa está buscando mais de US$ 200 milhões em danos e um embargo ao atual modelo de negócios da Rimini, segundo apuração nos Estados Unidos da agência de notícias Associated Press.

Na ação, a empresa fundada por Larry Ellyson alega que a Rimini Street roubou material com direitos autorais protegidos usando códigos de acesso online de clientes da Oracle.

Em 2010, a Oracle já havia iniciado um processo contra a Rimini e seu presidente-executivo, Seth Ravin, alegando infração de direitos autorais, fraude de computadores e delitos empresariais relacionados.

A empresa acusada chegou a alegar “difamação e competição injusta”, porém o pedido foi negado pelo tribunal em agosto de 2014.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor