Programa da EMC visa estimular novos talentos

EmpregoGestãoInovação

A EMC, por meio da divisão EMC Academic Alliance, anunciou o lançamento de seu Programa de Talentos, que visa ampliar o apoio e atuação da empresa nas instituições de ensino tecnológico.

De acordo com a empresa, alunos de universidades parceiras recebem conteúdo didático sobre armazenamento e gerenciamento de informações, virtualização e infraestrutura em nuvem, desenvolvido por especialistas EMC. Com o Programa de Talentos, a EMC estende sua atuação ao mercado de trabalho, avaliando e indicando esses alunos treinados para vagas em empresas parceiras e clientes.

De acordo com Eduardo Lima, gerente de Programas Acadêmicos da EMC, “existe uma distância entre o que a faculdade forma e o que o mercado precisa. As empresas têm grandes desafios para encontrar profissionais que conheçam e saibam trabalhar com storage, cloud e big data. A iniciativa da EMC visa oferecer ao mercado de trabalho pessoas treinadas e com experiência em implantar soluções tecnológicas nas empresas”.

Cresce, em alta velocidade, o aumento da quantidade de dados que são gerados. Com isso, a necessidade de usuários finais e de empresas de qualquer porte, de armazenar, analisar, gerenciar é enorme e será ainda mais urgente no futuro próximo. O estudo EMC Information Generation, que explora o impacto de uma crescente comunidade global de cidadãos digitais, informa que por volta de 2020, terão criado 44 zettabytes de dados por meio de dispositivos (ou 44 trilhões de gigabytes), segundo os institutos Gartner e IDC.

A EMC também anuncia que a IT-One, empresa especializada em prover consultoria, soluções de Hybrid Cloud para ambientes corporativos de TI, serviços gerenciados e serviços especializados, com sede em Minas Gerais, é a primeira parceira da EMC no Programa de Talentos. A IT-One será a primeira a ter acesso aos alunos, saídos diretamente de universidades da região, com conhecimentos e habilidades específicas para gerenciar e integrar a gama completa de tecnologias, que podem abranger desde o armazenamento EMC até VMware e Vblock, por exemplo.

Mauro Moraes, Gerente de Soluções da IT-One, diz que a empresa enxerga grandes oportunidades na iniciativa do EMC Academic Alliance, “o programa permite fazer um marketing de conhecimentos em soluções e perfis de profissionais. Além de aproximar a IT-One das universidades, nos dá um diferencial competitivo importante, pois os alunos chegam com uma direção no mundo da tecnologia. É uma oportunidade de negócio, pelo valor adicionado e distinção em relação aos demais currículos”.

Com o Programa de Talentos, a IT-One poderá fortalecer seu quadro técnico com os profissionais formados nas universidades parceiras da região que atua. Os alunos serão recrutados a partir dos cursos e avaliações do programa EMC Academic Alliance, e os contratados, por sua vez, entrarão em um processo de treinamento focado nas necessidades de seu time técnico, de maneira ágil e com a primeira fase completa ainda na faculdade. “Até o final de 2015 a expectativa é receber cerca de 30 indicações de profissionais, para os quais já temos seis vagas aguardando. O trabalho que a Federação EMC está desenvolvendo é fundamental, pois acompanhamos a movimentação e necessidades do mercado”, comenta Moraes.

“Formando profissionais especializados, o Programa de Talentos EMC dá o passo adiante para promover o crescimento do mercado e ajudará na continuidade do desenvolvimento desse profissional. Assim, abre-se um ciclo essencial na construção da base qualitativa da educação segmentada do país e de profissionais do setor brasileiro de tecnologia”, diz Carlos Cunha, presidente da EMC Brasil.

Eduardo Lima comenta que o Centro de Pesquisa & Desenvolvimento em Big Data da EMC, com sede no Rio de Janeiro, despertou ainda mais o interesse das universidades por cursos sobre Big Data. “Parceiros de negócios terão acesso facilitado a estes profissionais, com conhecimento estratégico de uma das grandes tendências globais em tecnologia que é o big data”, destaca.

Ao todo a EMC já contratou 16 profissionais treinados em universidades parceiras com o EMC Academic Alliance. Para este ano, a empresa já possui mais quatro vagas em aberto. Somente neste primeiro semestre, foram mais de 1.800 estudantes treinados. Em 2014, o EMC Academic Alliance somou mais de 6.400 alunos treinados, em 190 universidades da América do Sul, sendo 175 somente no Brasil, e mais 15 em países como Colômbia, Argentina, Peru e Chile. O histórico soma mais de 14 mil alunos na região, desde 2011.

Os cursos oferecidos às universidades pelo EMC Academic Alliance são certificados pela empresa e se dividem em quatro categorias, as quais a EMC é líder de mercado, sendo armazenamento, cloud, big data e backup. Os cursos são conceituais, teóricos e agnósticos e os conhecimentos adquiridos podem ser aplicados a qualquer segmento da indústria e qualquer profissional do mercado pode fazê-lo.

A meta deste ano do EMC Academic Alliance é chegar a 210 universidades, sendo 7500 estudantes treinados e, destes, aproximadamente 750 avaliados, que serão automaticamente adicionados à base de dados do Programa de Talentos EMC, que pode ser usada para recrutamento tanto pela EMC quanto por clientes e parceiros.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor