Acesso às redes sociais aumenta o consumo de dados móveis da Claro

HOME

A operadora de telefonia móvel sinalizou um forte aumento do consumo de dados após parcerias fechadas com Twitter, Whatsapp e Facebook. A informação foi confirmada ontem pelo presidente da companhia no Brasil, Carlos Zenteno.

“Houve um aumento considerável do consumo de dados”, afirmou o executivo à repórteres durante a Feira e Congresso ABTA 2015, que reúne durante esta semana em São Paulo, operadoras de TV por assinatura e grupos de telecomunicações que debatem os rumos do mercado nacional de comunicações.

De acordo com apuração da agência de notícias Reuters, Carlos Zenteno creditou a alta especificamente aos acordos que proporcionam navegação gratuita por determinado conteúdo, chamado pelo mercado de “zero rating”.

O executivo quantificou o tamanho do crescimento no consumo, mas ressaltou que essa é uma das estratégias da operadora para atrair clientes em um momento de contenção dos gastos dos consumidores, por conta da recessão econômica e crise política que o país atravessa.

A parceria da Claro com redes sociais havia sido suspensa em abril. Na época, o próprio presidente da empresa no Brasil declarou que “os clientes não deveriam ficar limitados a aplicativos específicos”, mas voltou atrás cerca de 45 dias depois, com a retomada de promoções zero rating, em junho.

Esse tipo de acordo ainda é polêmico e alvo de críticas por parte de especialistas do setor, já que podem ferir a neutralidade da rede, princípio que obriga o “acesso igualitário a todo e qualquer conteúdo da Web”, para não privilegiar, ou até discriminar qualquer tipo de empresa ou atividade.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor