Entrevista da Semana: “Não se consegue proteger nada totalmente” [vídeo]

Base de DadosData StorageGestãoSegurança

David Barton, diretor de segurança informática da empresa Raytheon Websense, falou com a B!T acerca das ameaças que hoje colocam em risco a segurança dos dados corporativos, que são, por muitos, considerados a coluna vertebral dos negócios.

Os produtos legacy da Websense focam-se, principalmente, na proteção dos dados. Por outro lado, as soluções da Raytheon eram desenvolvidas para entidades governamentais e direcionadas para ampliar o modelo de governança. Combinando os dois, a Raytheon Websense pode oferecer aos seus clientes proteção de dados contra fugas e a capacidade para gerenciar o tráfego de dados nas suas redes.

Barton acredita, baseado em sua experiência de mais de 20 anos na área da cibersegurança, que os dados nunca estão totalmente protegidos, e reconhece que os criminosos do mundo online estão dotados de inteligência, motivação e recursos, pelo que seria ingénuo pensar que todos os dados estão protegidos.

É preciso adotar uma postura proativa no que toca à proteção dos dados. A deteção prévia de uma invasão pode salvar os dados de um ataque.

Barton diz que causas internas podem estar na raiz de grande parte das fugas de dados das redes corporativas. O ser humano é, muitas vezes, o elo mais fraco da cadeia e a abertura de um link aparentemente legítimo, mas que realmente não o é, pode ser fatal para a organização.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor