GE anuncia novo serviço de nuvem para tráfego de dados industriais

Base de DadosBig DataBusiness IntelligenceCloudData StorageEmpresasGestãoNegócios

A gigante norte-americana General Eletric indicou que passa pelo processo de desenvolvimento de um novo serviço baseado em nuvem e adaptado para clientes industriais.

A novidade é parte de um esforço do conglomerado, para conquistar novos negócios no segmento de dados e informações geradas por máquinas total ou ao menos parcialmente autônomas.

O presidente-executivo da GE, Jeff Immelt, aposta no desenvolvimento de produtos analíticos e softwares para empresas consumidoras de motores a jato, turbinas de geração de energia, equipamentos de saúde e outros bens essencialmente industriais.

É esperado que mais de 50 bilhões de máquinas estejam conectadas à Internet em 2020, de acordo com a própria GE, número abaixo até da expectativa de consultorias analíticas como o Gartner, que estima a existência de 70 bilhões a 90 bilhões de dispositivos em cinco anos.

Os serviços customizados de cloud computing oferecidos pela GE serão construídos a partir do sistema operacional Predix, desenvolvido para uma plataforma de softwares já utilizada por seus clientes.

A novidade batizada de Predix Cloud será capaz, segundo a fabricante, de aperfeiçoar o sistema operacional de softwares ERP e bancos de dados, enquanto incorpora requerimentos de segurança e regulação especializadas para aplicações e dados industriais.

A GE espera ter uma receita de US$ 6 bilhões com softwares este ano, acima dos US$ 4 bilhões do ano passado. A empresa baseada em Fairfield, no estado de Connecticut (EUA), sinalizou planos de investir US$ 500 milhões anualmente na ampliação de sua divisão de softwares, incluindo as despesas com o novo serviço, Predix Cloud.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor