Hackers ligados à China podem ter invadido sistemas da American Airlines

FirewallGestãoSegurança

Hackers ligados ao país asiático invadiram o sistema de computadores da companhia aérea dos Estados Unidos e da plataforma provedora de reservas de viagem Sabre, segundo informações apuradas pelo canal de notícias Bloomberg News.

O veículo citou “fontes intimamente familiarizadas com as investigações” para explicar a ação. Para o veículo, não foi a primeira incursão do mesmo grupo contra plataformas digitais de empresas privadas.

Os cibercriminosos seriam os mesmos invasores que atacaram a seguradora Anthem em fevereiro desde ano, e o escritório de funcionários do governo norte-americano em junho.

O grupo também hackeou os sistemas de outra operadora de linhas aéreas do país ocidental, a United Continental Holdings, ação que teria ocorrido entre maio e junho últimos.

A American Airlines e a Sabre não responderam pedido de entrevista feito pela agência de notícias Reuters nos Estados Unidos.

O conglomerado aéreo compartilha uma parte de sua infraestrutura digital com a própria Sabre, uma ex-subsidiária sua, separada na forma de uma companhia independente nos anos 2000.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor