Nvidia anuncia recall de tablets Shield por risco de fogo em baterias

EmpresasGestãoLegislaçãoMobilidadeNegóciosSegurançaTablets

A fabricante de componentes de computador informou que entrará em processo de recall de sua linha de tablets Shield, de oito polegadas, em todo território norte-americano.

O defeito que deve ser reparado pela iniciativa deve evitar que a bateria dos dispositivos superaqueça, com riscos fogo e explosões do componente.

A empresa sediada em Santa Clara, no estado da Califórnia (EUA), é conhecida por suas placas de vídeo e declarou que irá repor todos os 83 mil tablets vendidos nos Estados Unidos desde o lançamento do produto, em julho de 2014.

O recall não afeta nenhum outro produto da marca, segundo informações apuradas pela agência de notícias Reuters, diretamente com a companhia.

A Nvidia pediu aos proprietários que usem o tablet, que custa entre US$ 300 e US$ 400 no varejo, “apenas para iniciar o processo de troca no website da companhia e para fazer o backup de todos os dados neles depositados”.

A fabricante de chips recebeu quatro relatos de baterias superaquecidas devido a um descontrole térmico, incluindo dois relatos de danos ao chão da casa dos consumidores, de acordo com um comunicado da comissão de segurança de bens de consumo dos Estados Unidos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor