Ritmo de crescimento das vendas de smartphones caiu no segundo trimestre

MobilidadeNegóciosSmartphones

As vendas de smartphones aumentaram 13,5 por cento durante o segundo trimestre de 2015, comparando com o mesmo período do ano anterior. Mas as vendas têm vindo a sofrer quebras e, no período, atingiu o ritmo de crescimento trimestral mais baixo dos últimos dois anos.

De abril e junho, foram vendidos, em todo o mundo, 330 milhões de smartphones, de acordo com uma pesquisa do Gartner.

No segundo trimestre, a chinesa Huawei registrou um aumento de 46% nas vendas de smartphones, devido a fortes vendas fora do mercado doméstico e à comercialização de dispositivos 4G na China. Assim, a sua cota no mercado mundial de smartphones subiu 1,7 pontos porcentuais.

Por outro lado, a rival sul-coreana Samsung perdeu 4,3% da sua cota e viu suas vendas caírem 5,3%, mesmo depois de ter lançado o seu Galaxy S6, que perde terreno para os celulares de amplas telas da Apple.

Falando da marca da maçã mordida, os resultados, no segundo trimestre, foram positivos. As vendas de iPhones cresceram 36% e conseguiu ganhar 2,4% de cota de mercado. Na China, foram vendidos cerca de 12 milhões de iPhones, um aumento de 68% face a 2014.

O mercado chinês de smartphones, considerado o maior do mundo, tem vindo a perder parte da sua força para mercado emergentes, como o da Índia. Os analistas acreditam que o setor chinês dos smartphones atingiu um ponto de saturação, o que é comprovado pela diminuição do ritmo de vendas no país. Contudo, perto de 30% das vendas destes dispositivos são realizadas na potência asiática.

Anshul Gupta, diretor de pesquisa do Gartner, afirma, de acordo com a Mobile World Live, que o investimento no segmento premium pode ser a solução para reanimar o mercado chinês dos smartphones, que tem preferência por celulares de baixa e média gamas.

* Filipe Pimentel é jornalista da B!T em Portugal


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor