Sony obtém maior lucro desde 2007 com vendas de sensores

EmpresasGestãoLaptopsMobilidadeNegóciosResultadosSmartphonesTablets

A gigante japonesa divulgou no final da última semana o maior lucro de primeiro trimestre fiscal da companhia desde 2007, impulsionado principalmente pelas vendas de sensores para câmeras digitais e consoles de videogame PlayStation 4.

O lucro operacional no segundo trimestre subiu cerca de 39%, para 96,9 bilhões de ienes, ou US$ 784 milhões, ante os 73,3 bilhões de ienes, ou US$ 593 bilhões, estimados por analistas consultados pelo instituo Thomson Reuters I/B/E/S.

O resultado foi alcançado após o anúncio da primeira operação para levantar capital em 25 anos, fazendo as ações da fabricante despencarem. A Sony informou que usará os fundos para impulsionar a produção de sensores de imagens, que estão agora entre seus produtos com vendas mais fortes e maior impacto nas receitas totais do grupo, que além da manufatura de eletrônicos, inclui a divisão de mídia e entretenimento e uma financeira.

O CEO global da empresa, Kazuo Hirai, aposta publicamente nos componentes para ancorar uma reestruturação na completa do grupo, que está se afastando de produtos finais como smartphones e TVs, diante da ferrenha competição com rivais asiáticas mais baratas e gigantes da indústria como Apple, LG, Samsung Lenovo e Xiaomi.

A forte demanda de fabricantes de smartphones, que estão concorrendo para oferecer câmeras frontais e traseiras de alta qualidade em celulares, tem ajudado a impulsionar as vendas de sensores fotográficos da Sony, considerado de alta performance entre os concorrentes globais de suprimentos para o mercado fabril de eletrônicos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor